Viagem de Motos à Montenegro

0
1294
Melhores estradas - Rijeka Crnojevica

roteiro

Alô amigos!

Montenegro faz fronteira com o Mar Adriático a Sudoeste, com a Albânia e o Kosovo a Sudeste, com a “Bósnia e Herzegovina” e uma pequena fronteira com a Croácia a Oeste, e com a Sérvia a Norte. A sua capital é a cidade de Podgorica. Rodaremos em um percurso de aproximadamente 400 quilometros mas que se tornam milhares devida a tantos pontos turísticos.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

* Línguas oficiais: montenegrino e sérvio. Em algumas regiões o italiano e o albanês também são falados. Com inglês dá para se comunicar sem problemas;
* Moeda: interessante que eles usam o euro, mesmo sem pertencer a União Européia. Lançaram sua candidatura em 2008, para fazer parte da UE, mas ainda aguardam a resposta final;
* Fuso horário: + 4 horas em relação do Brasil;
* População: em torno de 700 mil habitantes;
* Território: ao redor de 14.000 quilômetros quadrados;
* Capital: Podgorica;
* Quando ir: maio, junho, setembro para aproveitar os meses mais quentes e sem muitos turistas. Julho e agosto lotam de europeus que já descobriram Montenegro;
* Tolerância zero quanto ao excesso de velocidade.

Como o próprio nome sugere, Montenegro quer dizer “Montanha Negra”. País a leste da Europa, esta localizado na Republica nos Bálcãs que tem muito a surpreender os motociclistas que passam por lá. Sem uma pesquisa, muito já passaram direto por Montenegro, sem nem imaginar o que este país tem a oferecer. Como diria minha mãe, esse país “tem de um, tudo”. A região é montanhosa com imensos paredões verticais, estradas estreitas e lindas com paisagens do litoral do Mar Adriático. Praias fantásticas com o mar que oferece condições de banho, muito diferente do litoral dos países nórdicos.

3Estradas-de-Montenegro-5

Montenegro tem em suas estradas, umas das regiões mais acidentadas da Europa e nesse caso, necessário ainda mais cautela. A foto acima retrata bem essa realidade. As estradas são estreitas e sem nenhuma proteção. A queda é bruta e caminho só de ida.

Estradas-de-Montenegro

Montenegro tem como uma de suas principais atividades econômicas atuais, o turismo. Pelas suas costas pitorescas, suas regiões montanhosas exuberantes e por sua excelente posição estratégica em plenos Bálcãs, é um destino altamente procurado pelos turistas no Leste Europeu. Durante o regime em que o país estava sob domínio iugoslavo, principalmente nos anos oitenta, o turismo no país passou a ser investido e essa área cresceu rapidamente no setor financeiro.

A Aduana você devera seguir sem problemas e as estradas são bem sinalizadas. Da fronteira com a Croácia até a Kotor são apenas 45 km e com um belo trajeto pelos fiordes, com direito a uma parada na cidadela de Perast.

Abaixo a ilhota imperdível de Sv. Stefan, onde está o belíssimo hotel Aman. Tudo muito perto e aproveite cada parada, pois, as cidades são encantadoras e cheias de história.

sveti-stefan
A ilhota de Sv. Stefan, onde esta um dos melhores e mais caros hotéis de Montenegro, o Aman Hotel

No caminho ao sul de Montenegro, de um lado o litoral e do outro, há montanhas com picos de mais de mil metros, fazendo sombra no seu caminho Passaremos pela pequena cidade de Perast, foto abaixo, freqüentemente comparadas aos Fiordes Noruegueses, com apenas 400 habitantes e 16 igrejas (quase todas do final do século XII). A Bahia de Kotor é uma das atrações mais procuradas em Montenegro, repleta de opções de turismo que vão desde as igrejas medievais até as mais belas Ilhas e praias do mar Adriático. Perast fica bem em frente às duas ilhotas.

Perast
Perast
Ilha Sveti Dorde, conhecida como ilha de São Jorge. Fechada ao público, funciona lá um mosteiro claustro beneditino
Ilha Sveti Dorde, conhecida como Ilha de São Jorge. Fechada ao público, funciona lá um mosteiro, claustro Beneditino
IMG_1437
Ilha de Pedra (artificial). Abriga a igreja de Nossa Senhora do Lago

Há muitas curvas no trajeto e grande movimento. Tem-se a opção de pegar uma balsa e ir pelos fiordes, mas na minha opinião, seriam 20 quilômetros a menos de pura diversão.

Fiordes em Kotor
Fiordes em Kotor
Muralhas de Kotor
Muralhas de Kotor

A belíssima e incrível cidade de Kotor, as bocas de Cattaro e a preservada cidade histórica de Budva são os destaques do país na região da Costa Norte. Na região da Costa Sul, vale a pena visitar a cidadezinha de Ulcinj, a magnífica cidade de Bar e o exuberante Lago Escútare. Na Região Central, seus pontos turísticos mais surpreendentes são: o Monastério de Ostrog, a cidade histórica de Cetinje e o monte Lovćen, uma formidável montanha. E, finalmente, na região norte, o parque nacional de Durmitor e a floresta exuberante de Biogradska Gora são seus destaques principais.

Após Perast, o próximo destino é cidade de Kotor. Cidade fortificada é puro charme! Às margens do Mar Adriático, ela se esconde entre muralhas imponentes e lá dentro, carros não circulam.

Reconhecida pela Unesco como Patrimônio da Humanidade
Reconhecida pela Unesco como Patrimônio da Humanidade

Kotor é cercada por uma imponente muralha defensiva construída pela República de Veneza, e que conta com cerca de 5 km de extensão, 20 metros de altura e 2,5 metros de largura e está ladeada pelas mencionadas cadeias de montanhas (Veja abaixo).

20140513_130050-e1409431901198

Antes de seguirmos para Budva, vamos a uma das estradas cênicas de Montenegro. Bem perto dali esta Tivat, na região conhecida por Boka Kotorska, que acompanha de muito perto as margens dos braços de mar, proporciona um passeio extremamente bonito. Atravessam-se pequenas povoações pitorescas, atrativas, com charme ambiente descontraído, e onde os habitantes não raras vezes têm mesinhas e cadeiras colocadas na margem da estrada, junto às águas, de fazer inveja a quem quer que por lá passe. Que vistas ali se desfrutam num pequeno-almoço! Sugere-se que siga devagar, atento, pois qualquer curva pode desvendar um excelente local para um intervalo no passeio. Quando a estrada se eleva e afasta ligeiramente das margens, a baía de Boka Kotorska mostra-se em toda a sua magnitude, numa paisagem dramática de água e montanha para apreciar de todos os ângulos.

boka
Baía de Boka Kotorska – Fantástica

Próximo destino, Budva é um labirinto de pedra, cuja característica foi definida após um terramoto que destruiu por completo o centro histórico amuralhado, na passada década de setenta. Foi reconstruído já voltado para o turismo. Lojas de roupa e artesanato, cafés, restaurantes e pizzarias abundam nas ruelas disputando a atenção dos visitantes. Tudo é visualmente harmonioso  mas em pequena escala. Estreitas vielas desembocam em praças graciosas de onde partem novas ruelas, alguns becos, um labirinto assimétrico que se enche de gente à luz de um dia de Verão.

Segurança nas estradas é um problema nessa região
Segurança nas estradas – um problema nessa região

Fora das muralhas, na Riviera de Budva, há praias de água tépida e areia grossa capazes de agradar a qualquer um. As praias mais populares, próximas das muralhas e com bares de madeira, cadeiras de praia e guarda-sóis; as praias menos frequentadas, garante de maior tranquilidade, um pouco mais afastadas da vila; ou as praias de Sveti Stefan, a ilha transformada num super exclusivo hotel de luxo e o local escolhido por gente famosa para as suas férias no Adriático.

Tara Canyon – Recomendado
Tara Canyon – Recomendado
Jaz Beach – a mais movimenta.
Jaz Beach – a mais movimentada.

Durante o dia o tempo é de praia, de passeios de barco, do “dolce fare niente”, mas é de noite que Budva se agita e se transforma numa enorme festa coletiva. Esculturais deusas da beleza feminina, de olhar penetrante e roupas atrevidas, e jovens morenos de feições latinas e bem parecidos tomam conta das pistas de dança dos vários estabelecimentos ao ar livre que, em Budva, abrem portas durante a época alta. Há a normal descontracção de verão, as noites longas de música e dança, os cocktails coloridos, os olhares intensamente trocados, o conquistar e ser conquistado, o prazer da liberdade. Milhares de italianos e, sobretudo, montenegrinos fazem de Budva o palco das suas férias, mas nem por isso Budva fica desinteressante.

Seguindo para o Sul, chegaremos à cidade de Ulcinj que se resume em belas praias longas e de águas quentes mas aqui esta umas das 4 estradas cênicas de Montenegro. Entre Virpasar e Rijeka Crnojevica. O lago Skadar, próximo da fronteira com a Albânia, no sul do Montenegro, avistado a partir de uma estrada de montanha. Espetacular é a estrada local que segue desde Virpasar, nas margens do lago Skadar, até à pequena aldeia de Rijeka Crnojevica. São 22 quilômetros por uma estrada de montanha em mau estado (gosto muito), que demoram muito mais a percorrer do que a curta distância poderia fazer supor, mas cujo “esforço” é absolutamente recompensado.

Melhores estradas - Rijeka Crnojevica
Melhores estradas – Rijeka Crnojevica
Lago Skadar
Lago Skadar

As vistas sobre o lago Skadar são sensacionais, principalmente nos primeiros quilômetros (para quem inicia viagem em Virpasar), e o resto do percurso é o de uma típica estrada de montanha, curvilínea e difícil, mas que atravessa paisagens de grande beleza.

grmozur-skadarsko-jezero

De notar, em jeito de alerta, que a sinalização é praticamente inexistente, pelo que muito provavelmente terá que confirmar uma ou outra vez se segue na direção desejada. Se encontrar alguém no caminho, possivelmente estará no caminho certo.

E a ultima de suas estradas consideradas cênicas é a caminho do Parque Natural Durmitor. Não deixem de percorrer a trajeto que segue por Kolasin, Mojkovac e passa depois pela vila de Zabljak – porta de entrada no Parque Natural Durmitor -, atravessando o desfiladeiro de Moraca (com passagem pelo homônimo mosteiro), primeiro, e o desfiladeiro de Tara, mais à frente.

(Gesuis…cadê o Guard-reio? – Estrada-park em Durmitor)

Nesta última parte, já no interior do Parque Natural, a estrada segue o curso do Rio Tara – rio que vem da Bósnia, atravessa todo o Montenegro até beijar a Albânia – a uma altitude média, permitindo apreciar a beleza do rio, lá em baixo, mas principalmente as escarpas verticais do desfiladeiro, lá em cima. Imperdível!!!!

Conhecemos o litoral de Montenegro de Norte a Sul. Em nosso próximo artigo vamos rumo à Croácia. Se surpreenderão com o que tem a oferecer aquele pais.

Abraços

Fausto Malheiros.

>> Confira outras viagens aqui.

>> Conheça nossa Loja de motos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


três × 6 =