24.4 C
São Paulo
quarta-feira, 19 janeiro 2022
spot_img
Array

Viagem de Moto – Grécia

roteiro

A Grécia esta localizada no sul da Europa,  e é um dos países mais visitados devido à sua miscelânea de contrastes. Agora percorreremos 600 Km por esse país em um roteiro que passaremos por praias e montanhas, então é de se esperar, muito calor e muito frio, dependendo da época do ano.

QUANDO IR

O clima da Grécia varia de acordo com a situação geográfica, ou seja, tudo depende de estar numa região montanhosa ou não, no continente ou nas ilhas – e no caso das ilhas, a localização também conta. Mas, no geral, o inverno é ameno e o verão, quente e seco, com temperaturas altas. Em Atenas, elas podem ultrapassar os 40 graus facilmente. O frio do inverno castiga mais as regiões montanhosas ou as mais afastadas do mar. Aliás, a neve é comum nas montanhas mais altas, onde há inclusive pistas de esqui. Os meses de julho e agosto reúnem legiões de turistas vindo do mundo inteiro em busca de sol, calor e badalação nas ilhas. Esse movimento provoca um aumento generalizado nos preços de hospedagem, transporte e alimentação. Para viagens em motos, o melhor período é de abril a junho e nos meses de setembro e outubro, sendo também com a melhor época para usufruir o litoral grego.

Para conferir a programação cultural e os festivais, consulte o site www.greekfestival.gr.

• Línguas: Grego;

• Moeda: Euro;

• Visto: Não é necessário;

• Saúde: É exigida apresentação do Certificado Internacional de Vacinação ou profilaxia contra a febre amarela. Aconselha-se a vacinação com uma antecedência mínima de dez dias antes da partida;

• Embaixada oficial no Brasil: SES, Qd 805, lote 22, Brasília (DF), (61) 3443-6573.

Seguindo adiante: Da coisa histórica, unida pela badalação jovem e paisagens incríveis, únicas. O clima propício para viagens em motos, praticamente o ano inteiro, malha rodoviária boa em praticamente todo o território, inclusive nas ilhas.

descida do ferry
Desembarcando do Ferry na Grécia em Corfú, vindo da Itália

Iniciaremos na Grécia pela Cidade de Corfú. Tanto pra quem vem rodando pela margem do Mar Adriático, como quem vem direto da Itália de Ferry por longas 20 horas, aqui é o começo de tudo. Corfú é uma cidade badalada, onde ancora todos os jovens que vem à Grécia, aqui é feito a “calibragem” para seguir Grécia adentro. Tem como pontos turísticos mais citados o “Pyramid Adventure Park“, Resort “Kassiopi” e a praia de Paleokastritsa, vencedora do Travellers’ Choice™, Praias de 2014.

Pyramid Adventure Park
Pyramid Adventure Park
Resort "Kassiopi"
Resort “Kassiopi”
Paleokastritsa
Paleokastritsa

Algumas distancias saindo de Corfú para as principais cidades da Grécia:

• Atenas 554 km;

• Meteora(Kalampaka) 206 km;

• Santorini 750 km;

• Mikonos 640 km;

• Creta 836 km.

Kalampaka
Praça central da pitoresca Kalampaka – Região de Meteora

Seguindo pela rodovia E-90, estrada pavimentada a apenas 206 Km, nosso próximo destino e Kalampaka, onde esta instalado os Monastérios de Meteora, são seis, reserve uns 2 dias nessa região e muito espaço em seu cartão de memória. Esse é um dos pontos turísticos obrigatórios de se conhecer na Grécia e símbolo também das invasões turcas na Grécia no século 13.  Não restaram muitas alternativas aos sacerdotes ortodoxos da região a não ser se esconderem nos altos das pedras.

Estrada Meteora
Estrada Meteora

Os religiosos ergueram refúgios nos cumes pedregosos cujo acesso só eles conheciam. Meteora já seria naturalmente impressionante pelo desenho único das grandes rochas, mas, com os vários monastérios, seu visual chega a ser surrealista. Dos seis principais, o maior é o Grande Meteoro, mas espere ter panorâmicas esplêndidas também do Roussanou e do Varlaam. E prepare-se para subir muitos degraus.

foto-galeria-materia-620-usr8

meteora1

6055794084_f73b8450e8_b

meteora grécia

Diga-se de passagens amigos, um bom preparo físico em algumas viagens é mais do que necessários. Da primeira vez que estive em Machu Picchu, me bastou chegar e andar por lá mesmo, o Wayna Picchu, pico acima de Machu Picchu, ficou só na vontade por pura falta de preparo físico, mas quando digo isso, não é um preparo físico qualquer, prepare bem. Em Meteora será realmente uma pena não conseguir chegar ao cume devido a alguns kilos a mais.

delfi-santuario

Saindo da região de Meteora, seguiremos agora para Delfos. Preparem-se para viajar no tempo. Muitos templos nessa região, são datados de séculos antes de Cristo. Delfos era considerada o Centro do Mundo. Aos pés do Monte Parnassos, entre o angûlo formado pelas duas rochas gemêas do Phaedriades, repousa o Pan-Helênico santuário de Delfos, o mais famoso oráculo da Grécia antiga. Os achados mais recentes encontrados na área de Delfos, que datam do período Neolítico (4000 A.C.), provêm de Korykeion Andron, uma caverna em Parnassos, onde os primeiros rituais eram celebrados. Os restos duma povoação Micênica, e de um cemitério foram encontrados dentro do santuário. Essa região é daquelas que ouvimos falar dos desenhos e filmes de mega bilheterias por todo o mundo e não da pra passar por elas, por mais que você não se interesse por turismo histórico, sem registrar sua presença em um desses templos será uma lembrança que te acompanhará para o resto de sua vida.

Após as ruínas de Delfos, o destino é Athenas. Conduzir na Grécia é um pouco estranho, mas logo você se acostuma. O grego tem o hábito de conduzir seus veículos, motos, caminhões pelo acostamento. Qualquer faixa de rodagem com duas vias é transformada em quatro vias, mesmo com traço contínuo. Mas não se assustem, os acostamentos são largos e as ultrapassagens ocorrem com facilidades.  Também não se arrisquem, afinal das contas, a corda sempre estoura do lado mais fraco, ou do lado com menos rodas. Essa cidade faria você ficar dias aqui sem repetir um único ponto turístico e vamos agora fazer um roteiro que aproxima a três dias. Sim, não visite uma cidade como essa na correria, reserva um tempo nessa cidade que ao final, deixará um gostinho de quero mais, então vamos a eles:

[UNSET]
Museu Arqueológico Nacional
Museu Arqueológico Nacional, na Praça Vitória: um dos museus mais importantes do mundo nesta temática! Não deixe de visitar o andar superior, para ver uns afrescos que foram encontrados na Ilha de Santorini, que datam de cerca de 1600 anos antes de Cristo. Desfrute dos vários cafés em seu interior. Esse museu tem peças que datam de séculos A.C., imperdível.

[UNSET] (1)

A Ágora Antiga era o centro político e religioso da Atenas Antiga. Suas construções começaram a ser encontradas na década de 1930, quando a escola americana de arqueologia deu início às escavações na região e esta localizada aos pés da Acrópole. Ao chegar, compre já a entrada que no dia seguinte te permitirá entrar na Acrópole de Atenas, e sem filas. Visite o templo mais bem conservado da antiguidade grega, Hefesto, e não deixe de entrar na igrejinha bizantina e ver seus afrescos, é uma galeria e tem umas peças bem diferentes! Não se paga a mais para entrar no museu.

[UNSET] (2)

Gosto muito de lugares assim, como o Restaurante Filistron na Colina Filopapo. Um belo jantar, comida saborosa por um bom preço e curtindo as luzes da Acrópole. Além da Acrópole, as vistas do Monte Licabeto também são impressionantes. A recomendação são as batatas ao forno com queijo, Para conseguir mesa na parte de cima, chegue antes das 20:00 horas. Ao terminar o jantar, passeie ao redor desta zona, e verá diferentes pontos de vistas da Acrópole iluminada, é fantástico.

5515360247_03f6de31d2_b
Visão aérea da Acropole

A Acrópoles é o símbolo do apogeu de Atenas como potência dominante do Mar Egeu no século V a.C.. Uma cidade avançada para sua época com uma população que conhecia seus direitos e deveres. Mas a verdade é que somente os nascidos em Atenas, filhos de atenienses tinham assegurados direitos políticos e jurídicos, e direitos a possuir terras, ter cargos públicos e se casar com uma mulher de Atenas. No nível inferior estavam os estrangeiros, a maioria gregos provenientes de outras cidades, e os escravos. A Acrópoles antes de ser um santuário em honra da deusa Atenea (ou Atena), foi uma cidade micênica. Na época grega o palácio do rei foi substituído pelo templo da deusa protetora da cidade. Acontece que chegaram os persas e destruiram tudo. Quando Péricles por fim conseguiu vencê-los na Batalha de Salamina (480 a.C.) ordena a reconstrução da Acrópoles, mas a “lo grande”! Os trabalhos duraram cerca de 47 anos! O primeiro templo construído foi o maior, o Pártenon. O seu nome vem da homenageada – Athenea Parthenos. O arquiteto Ictino construiu o templo, e Fídias dirigiu os trabalhos, e também realizou diversas obras escultóricas. O templo tem oito colunas na parte da frente e dezessete nas laterais e possui algumas curiosidades.

Abaixo vamos falar de algumas curiosidades da Acrópole e são essas coisas que nos fazem pensar o quanto esse mundo é complexo e que às vezes, temos duvidas de onde viemos ou o que somos, diante de coisas que não parecem ter explicação. Como pode um povo tão culto, capaz de construir coisas tão maravilhosas à época, e parece que caíram no esquecimento, cadê essa turma? Estamos falando de 5 ou 6 mil anos antes de Cristo.

5515360437_003ae87afd_z

• Se um edifício é muito extenso, o olho humano costuma perceber a parte mais central como que mais afundada no chão. Para evitar este tipo de ilusão ótica, o templo possui uns centímetros de elevação convexa, como se vê na figura abaixo.

• Da mesma maneira o olho humano vê espaços iguais como menores nas extremidades, assim se deixassem os mesmo espaços entre as colunas, nosso olho veria este espaço diminuindo progressivamente até as colunas das extremidades. Sabe o que eles fizeram? Aumentaram a distância entre as colunas. A distância aumenta quanto mais longe esteja a coluna do centro do templo.

• Outra questão ótica, as colunas que recebem mais luz solar pareciam ser mais finas, assim eles construíram as colunas das esquinas mais grossas que as demais! Para fazer estes ajustes foram necessárias cálculos matemáticos complexos, e estamos falando do século V a.C, vejam abaixo.

5515951058_c2b7659e1a_z

Esses assuntos pra mim viram uma paixão, tentar entender como isso pode ter acontecido a tanto tempo. Realmente, se você for a Atenas e não visitar a Acrópole, é como se não tivesse ido a Atenas. Entre outras coisas que não se pode deixar de ver é o Parlamento com sua troca de guarda, coisa do tipo inglesa; Os armazéns Atticas, loja que tem de tudo, mas lembrem às suas garupas que estão em motocicletas e que o espaço para as compras é limitado. Saindo da Public se dirija à rua de pedestres Ermo, é a principal rua comercial de Atenas e terão lojas de sapatos, lojas de marcas espanholas, alemãs, francesas. Ao final da rua encontrará com uma igreja Kapnikarea. É do século XI, se estiver aberta dê uma entrada. Caso contrário, siga reto e encontrará a zona de souvenirs de Monastiraki, muita bugiganga também nesse local.

[UNSET] (4)

E como não poderia deixar de ser em Atenas, vamos ver algo sobre Olimpíadas. Não perca o Estádio Panatenaico, construído em mármore se encontra em frente aos Jardins Nacionais. O primeiro estádio data de 330 a.C. e era de madeira. A construção de mármore é uma cópia exata que foi realizada por Herodes Ático. Era utilizado para as competições esportivas que aconteciam durante as celebrações panatenaicas.

Se você tiver uma vontade de ver o complexo olímpico construído para os Jogos de 2004 terá que pegar sua moto em um trajeto de um pouco mais de meia hora, mas vale cada minuto rodado.

No final da tarde, início da noite, é a hora de apreciar comida grega tradicional na Taverna Sigalas, que funciona neste local desde 1879, fica no número 2 da Praça de Monastiraki. Peça o tzaziki, uma salada grega e um kebab, é comida suficiente para duas pessoas. Eles certamente vão te oferecer o iogurte com mel de sobremesa, tudo por no Maximo 20€ para duas pessoas! A cidade é maravilhosa e com certeza te consumirá três dias ou mais, mas é um arremate do continente grego, pois agora seguiremos para as Ilhas Gregas e acreditem, nossa viagem, em Atenas, esta só começando, em nosso próximo artigo, Ilha de Creta, o paraíso é ali.

Abraços

Fausto Malheiros

>> Confira outras viagens aqui.

>> Conheça nossa Loja de motos

 

 

Related Articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


três × 2 =

 

Stay Connected

22,566FãsCurtir
3,122SeguidoresSeguir
19,100InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles