24.4 C
São Paulo
quinta-feira, 28 outubro 2021
spot_img

FIM comenta as novas regras da MotoGP 2012

A FIM (Federação Internacional de Motociclismo) aproveitou o GP de Portugal para divulgar mais detalhes sobre o novo regulamento técnico da MotoGP, que entra em vigor em 2012, especialmente em relação às  “Claiming Rule Team” (CRT), que podemos dizer, são as regras diferenciadas para novos participantes na categoria.

No ano que vem, as novas equipes que quiserem participar da MotoGP utilizando uma moto que não seja da MSMA — Ducati, Honda, Suzuki ou Yamaha — necessitarão da aprovação de uma comissão de GPs. O pedido pode ser feito até o dia 31 de dezembro e, caso aprovada, essas serão as equipes CRT.

Pelo regulamento, uma equipe CRT terá algumas vantagens técnicas, como tanques de combustível maiores – 24 litros contra 21 – e mais motores por piloto em cada temporada; 12 ao invés de seis das equipes não CRT.

“A equipe CRT aceita então que um dos seus motores pode ser solicitado, o que significa que pode ser comprado no final da corrida por um dos membros da MSMA por 20 000 euros, com transmissão, ou por 15 000, sem transmissão.” explicou Corrado Cecchinelli, diretor de Tecnologia da MotoGP. “São grandes ajudas já que vão permitir a equipas independentes correrem com orçamentos muito mais baixos. Penso que isto vai ajudar a competição a ter mais motos no grid.”, concluiu o diretor.

Ao longo da temporada, podem ser solicitados a uma equipe CRT no máximo quatro motores. Cada membro da MSMA não poderá solicitar mais que um motor por ano à mesma CRT.

A FIM revelou também que a Comissão de GPs aceitou a proposta da MSMA para testar as motos de 2012. Durante a época de 2011 as equipes podem testar durante um máximo de oito dias com os seus pilotos contratados.

Related Articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


× nove = 27

 

Stay Connected

22,566FãsCurtir
2,995SeguidoresSeguir
18,700InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles