24.4 C
São Paulo
sexta-feira, 1 julho 2022
spot_img

Dakar: Despres assume a ponta e Felipe Zanol é penalizado

Cyril Despres

Fotos: Marcelo Maragni (Red Bull), Haroldo Nogueira (KTM Brasil) e Husqvarna Rally Team/Divulgação

Cyril Despres (KTM) aproveitou os erros de orientação de Marc Coma (KTM) para vencer a 3ª etapa e assumir a liderança geral, na categoria das motos, do Rally Dakar 2012. O piloto francês cravou o tempo de 3h48min38s na especial de 270 km que compreendia um percurso entre as cidades argentinas de San Rafael e San Juan.

O segundo mais rápido no trecho foi o holandês Frans Verhoeven (Sherco) e o português Paulo Gonçalves (Husqvarna) completou a lista dos três melhores na etapa de ontem (03).

Marc Coma, que até então era o líder na classificação geral, finalizou a prova na sétima posição. O espanhol perdeu muito tempo na especial com erros de orientação, onde, por engano, acabou seguindo o roteiro que cabia aos carros em determinado momento, tendo que voltar posteriormente ao circuito das motos.

Entre os brasileiros, destaque especial para Felipe Zanol que fez uma bela prova nesta terça-feira, mas, infelizmente, deixou de passar por um posto de controle, o que lhe custou uma penalização de 40 minutos à mais em seu tempo na etapa. “Foi uma pena, mas tudo para mim é aprendizado por tratar-se da estreia no Dakar. Eu percebi que havia perdido a referência e fiquei na dúvida se poderia voltar – e acabei seguindo o caminho. Era melhor ter voltado. Certamente foi um aprendizado grande, bastante importante para seguir na prova”, comentou.

Felipe Zanol

Sem a penalização, o mineiro, que é estreante no maior e mais difícil rali do mundo, teria feito o 13º melhor tempo na especial (4h7min48s), o que o faria subir na classificação geral para 14ª posição. É a primeira vez que o piloto tem contato com o sistema de navegação por bússola CAP, padrão no Rally Dakar. ”Tenho apanhado um pouco da planilha, mas tenho certeza de que vou me adaptar totalmente o mais rápido possível. Esta não é a única dificuldade, já que o calor está insuportável por aqui – e disseram que no Chile está mais quente ainda. O Dakar é isso mesmo, temos que ir superando as dificuldades diariamente”, explicou o piloto.

Com o resultado Zanol agora é o 31º na classificação geral. Outro brasileiro que manteve um bom ritmo na competição foi Rodrigues Filho (Husqvarna). O piloto não errou e fez o 18º melhor tempo na especial de ontem, finalizando a etapa com 4h17min53s. Rodrigues é o 17º na classificação geral com 47mine30s de diferença para o líder Cyril Despres.

Rodrigues Filho, agora o melhor brasileiro na competição

Hoje (04) os pilotos seguem para Chilecito, na Argentina, com uma especial de 326 km. De acordo com a organização, a planilha trará ainda mais armadilhas, sendo que o trajeto inclui 388 km de deslocamento. O Dakar 2012 possui 14 etapas e 8.363km de percurso no total, sendo 4.406 de especiais. A corrida termina no dia 15 de janeiro em Lima, no Peru.

Resumo da terceira etapa (em inglês).

Próximas etapas:

4/1/2012 – 4ª etapa
San Juan – Chilecito (Argentina)
388 km de deslocamento
326 km de especial

5/1/2012 – 5ª etapa

Chilecito – Fiambala (Argentina)
151 km de deslocamento; 265 km de especial para motos e quadriciclos
246 km de deslocamento; 177 km de especial para automóveis e caminhões

6/1/2012 – 6ª etapa

Fiambala (Argentina) – Copiapo (Chile)
349 km de deslocamento
247 km de especial

7/1/2012 – 7ª etapa

Copiapo – Copiapo (Chile)
154 km de deslocamento
444 km de especial

8/1/2012 – Dia de descanso

9/1/2012 – 8ª etapa

Copiapo – Antofagasta (Chile)
209 km de deslocamento
477 km de especial

10/1/2012 – 9ª etapa

Antofagasta – Iquique (Chile)
9 km de deslocamento
557 km de especial

11/1/2012 – 10ª etapa

Iquique – Arica (Chile)
317 km de deslocamento
377 km de especial

12/1/2012 – 11ª etapa

Ariqua (Chile) – Arequipa (Peru)
171 km de deslocamento; 538 km de especial para motos e quadriciclos
120 km de deslocamento; 478 km de especial para automóveis
120 km de deslocamento; 432 km de especial para caminhões

13/1/2012 – 12ª etapa

Arequipa – Nasca (Peru)
259 km de deslocamento; 246 km de especial para motos e quadriciclos
440 km de deslocamento; 246 km de especial para automóveis e caminhões

14/1/2012 – 13ª etapa

Nasca – Pisco (Peru)
76 km de deslocamento
276 km de especial

15/1/2012 – 14ª etapa

Pisco – Lima (Peru)
254 km de deslocamento
29 km de especial
Cerimônia do pódio em Lima

Related Articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


× 5 = dez

 

Stay Connected

22,566FãsCurtir
3,373SeguidoresSeguir
19,800InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles