24.4 C
São Paulo
domingo, 24 outubro 2021
spot_img

Começou o Mundial de MX! Wellington Garcia lesionado.

O Campeonato Mundial de Motocross, uma das competições mais emocionantes e disputadas do calendário de competições sobre duas rodas, começou neste fim de semana com o GP da Bulgária, em Sevlievo.

Ainda no sábado (9), durante o treinos livres, os torcedores brasileiros tiveram uma péssima notícia: Wellington Garcia, representante do Brasil no Mundial, sofreu uma queda durante o treino pré-classificatório da categoria da MX2. Com dores abdominais (o piloto bateu a barriga no guidão), Wellington foi encaminhado para o hospital na cidade de Gabrovo, a cerca de 20 km da pista. Exames realizados detectaram duas pequenas rupturas no baço do piloto goiano que teve de ser operado no domingo (10) para conter o sangramento.

O brasileiro passa bem, porém a previsão é que ele fique internado pelo menos até a próxima sexta-feira (15). Wellington é o competidor reserva da ação inédita e pioneira da Honda, intitulada Projeto Internacional Honda Racing Brazil, que dará a oportunidade a um piloto brasileiro de disputar a temporada do Mundial de Motocross.

O piloto oficial é o mineiro Swian Zanoni, que se recupera de uma lesão sofrida em janeiro. Estamos na torcida pela rápida recuperação do nosso talentoso Wellington!

O brasileiro Wellington Garcia com sua CRF 250R antes do acidente

 

MX1: Na primeira bateria, o francês Steven Frossard — oriundo da MX2 — mostrou que a equipe Yamaha fez muito bem em contratá-lo. Completamente adaptado a sua nova máquina de 450 cm³, ele não tomou conhecimento dos rivais e venceu a bateria liderando de ponta a ponta. O alemão Max Nagl, da KTM, manteve a segunda posição pelas seis primeiras voltas, mas não resistiu a pressão de Clement Desalle e terminou em terceiro. O piloto belga da Suzuki terminou em segundo, 8 segundos atrás de Frossard. Os italianos Philippaerts (Yamaha) e Guarneri (Kawasaki) foram, respectivamente, quarta e quinta.

Na segunda bateria, Frossard, Desalle e o espanhol Jonathan Barragán foram os protagonistas. Depois de vencer a primeira corrida, o piloto francês novamente mostrou força ao liderar por 11 voltas, mas caiu para terceiro após um tombo na 14ª volta. Sorte de Barragán e, principalmente, de Dessale, que uma volta depois passou o espanhol e ficou em primeiro até a bandeirada. Andando muito forte, Frossard e sua Yamaha passaram Barragán e quase recuperaram a liderança, mas no final garantiram a 2ª colocação. O espanhol da Kawasaki chegou em 3º.

No final, Desalle e Frossard, ambos com uma vitória e um segundo lugar, lideram a classificação geral com 47 pontos. Barragán e Max Nagl têm 35 enquanto o português Rui Gonçalves sai da Bulgária com 29 pontos e o quinto lugar na geral. São cinco marcas diferentes nas cinco primeiras posições! O atual campeão Antonio Cairoli correu machucado e não conseguiu acompanhar o ritmo dos ponteiros, assim ficou apenas em nono na geral, com 25 pontos.

Classificação Geral MX1:

Posição Piloto País Moto Total de Pontos (1ª bat. – 2ª bat.)
C.Dessale BEL Suzuki 47 (22-25)
S.Frossard FRA Yamaha 47 (25-22)
J.Barragán ESP Kawasaki 35 (15-20)
M.Nagl ALE KTM 35 (20-15
R.Gonçalves POR Honda 29 (13-16)


Na MX2, o vice-campeão de 2010, Ken Roczen, mostrou, já na primeira prova do ano, que dificilmente perderá o título da categoria em 2011. O alemão da equipe KTM não teve nenhum trabalho para superar os rivais e venceu com folga as duas baterias, garantindo assim os seus primeiros 50 pontos no Mundial. Correndo com uma Kawasaki, o inglês Tommy Searle chegou em segundo nas duas baterias e somou 44 pontos. Com um 5º e um 3º , o piloto holandês Jeffrey Herlings (KTM), é o terceiro colocado na classificação geral.

Classificação MX2:

Posição Piloto País Moto Total de Pontos (1ª bat.- 2ª bat.)
K.Roczen ALE KTM 50 (25-25)
T.Searle GBR Kawasaki 44 (22-22)
J.Herlings HOL KTM 36 (16-20)
G.Paulin FRA Yamaha 34 (20-14)
Z.Osborne EUA Yamaha 32 (14-18)

A próxima etapa do Mundial acontece no dia 25 de abril, em Valkenswaard, na Holanda. Onde, muito provavelmente, Zanoni já estará em condições de levar a bandeira brasileira! E já reserve na agenda: No dia 22 de maio os pilotos e equipes do Mundial estarão em Indaiatuba, SP, para o GP do Brasil!

Related Articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


6 × nove =

 

Stay Connected

22,566FãsCurtir
2,991SeguidoresSeguir
18,700InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles