As mulheres pilotando, elas estão vindo acelerando

0
6753
Mulheres pilotando motos

Será que as mulheres estão pilotando mais motos hoje em dia ?

Bem, vamos saber disso neste post.

Neste post você verá alguns pontos:

  • As mulheres estão pilotando mais motos hoje em dia?
  • A trajetória das mulheres pilotando motocicletas em algumas décadas.
  • 1930: primeiros passos das mulheres pilotando motos
  • Década de 1950
  • Década de 1980
  • Quais são as vantagens que andar de moto proporcionam as mulheres?
  • 1.A Moto nunca diz não
  • 2.O amor da moto não conhece fronteiras
  • 3.A motocicleta sabe o valor do dinheiro
  • 4.A moto contribui para a redução do estresse
  • 5.Economia de tempo
  • 6.Consome e polui menos que um carro
  • 7.É bom para o cérebro
  • 8.É divertido
  • 9.Proporciona contato com o meio ambiento
  • 10.Melhora a sua maneira de dirigir
  • 11.Deixa o corpo mais resistente a pequenas doenças

As mulheres estão pilotando mais motos hoje em dia?

Há pouca conversa sobre mulheres em motos e a história do motociclismo feminino, muito menos, mas essa paixão no mundo feminino é cada vez mais forte e desenfreada.

Certamente há algum tempo dizer “Mulheres e motores, alegrias e tristezas”, mas e se falássemos sobre “Mulheres e motores, alegrias e paixões”?
Com toda certeza acabou por ser bem comum, as mulheres não serem consideradas capazes de praticar determinados esportes ou atividades, provavelmente o patrimônio cultural ainda retrógrado leva a maioria, não apenas dos homens, mas das pessoas, em geral, a pensar que, para mulheres, motocicletas e motores, mundos “difíceis” e masculinos.
Mas a história de mulheres que enfrentaram desafios masculinos não é recente e curta, pelo contrário, exigiria um grande estudo.

O mundo das mulheres pilotando motos está passando por uma fase positiva. Assim, basta olhar em volta para ver mais e mais meninas e senhoras indo para a academia, para trabalhar ou acompanhar crianças em duas rodas.

De fato para nos dar suporte científico, veio uma pesquisa do Motorcycle Industry Council, publicada pela revista Forbes.

De acordo com a pesquisa, realizada nos EUA, uma em cada cinco mulheres possui uma motocicleta, com uma massa crítica igual a 19% de todos os motociclistas americanos.

Posto que ao conduzir uma entrevista com algumas dessas motociclistas, emergiu que 37% dos entrevistados estão mais felizes e mais confiantes pilotando uma motocicleta, enquanto 74% admitiram que suas vidas tiveram uma certa melhora desde que começaram a pilotar as motos.

Afinal, 60% dos motociclistas apresentaram melhora em suas condições psicofísicas e até 50% melhoraram o relacionamento com o parceiro.

Confira a seguir uma breve visão da trajetória das mulheres pilotando motos

A trajetória das mulheres pilotando motos em algumas décadas

1930: primeiros passos das mulheres pilotando motos

Sally Halterman
Sally Halterman

Primeiramente estamos nos anos 1930, quando Sally Halterman, que pesava apenas 40 kg, conseguiu andar de moto da época, nada leve em comparação com as atuais, mas a paixão era tão forte que ela a empurrou para além das “opiniões”, além das preconceitos. Ela tinha apenas 27 anos e 1,50 cm de altura.
No entanto a Sally Halterman, aparentemente não estava entre as fisionomias mais adequadas para poder andar de moto.

Mas obteve a certificação no menor tempo possível e foi a única mulher que obteve a participação no DC Motorcycle Club( moto clube de Washington) e conseguiu habilitação legalmente em Washington (estado dos Estados Unidos)

Ainda na década 1930, exatamente em 1928, quando duas irmãs britânicas, Nancy e Betty Debenham, apaixonadas por motocicletas, escreveram o livro “Motociclismo para mulheres”.

Assim, esse período foi bem lucrativo para as mulheres pilotando motos, não é? Logo, as décadas de 1920 e 1930 foram marcadas pela expansão das motocicletas, uma época crucial para a história da emancipação das mulheres.

Década de 1950: mulheres dando grandes saltos no universos das corridas de motos

Berly Swain
Berly Swain

A Beryl Swain, esposa do negociante de motos Edwin Swain, apaixonou-se por motocicletas e ficou famosa por ter embarcado no solo da TT da ilha de Man (corrida de motocicleta realizada a cada ano nas ruas da pequena Ilha de Man, região entre a Irlanda e Grã-Bretanha).

1980: quando mulheres pilotando motos correm grandes quilômetros

Elspeth Beard
Elspeth Beard

Certamente a Elspeth Beard era outra mulher que, motivada pela paixão pelo motociclismo, queria dar a volta ao mundo em uma moto solo e na década de 1980.

Assim, ela partiu para a Escócia e Irlanda, pilotando uma moto BMW R60/6, depois viajou para o a Europa continental e a Córsega, com apenas 24 anos, assim, cobrindo mais de 77 mil quilômetros.
Este é apenas um gostinho da longa história do mundo do motociclismo feminino.

Uma vez que não sem problemas técnicos, morais, meteorológicos e físicos, essas mulheres excederam seus limites, mas acima de tudo a barreira do preconceito social, às vezes a mais difícil de escalar.

Sendo assim, confira a seguir as vantagens que andar de moto proporcionam as mulheres.

Quais são as vantagens que andar de moto proporcionam as mulheres?

1.A Moto nunca diz não

Tente pedir algo à sua moto, algo louco que não reflete nem um dos padrões de design para os quais foi construída. Por exemplo, com uma 125 cc possível viajar pelo mundo

Bem, a certo custo você conseguiria. Ora, obviamente, isso não é sempre uma coisa boa, porque todas as motos devem fazer o que foram construídas.

No entanto, o fato de que tecnicamente elas poderiam fazer isso é uma porta aberta que torna o relacionamento sempre brilhante.

2.O amor da moto não conhece fronteiras

A moto é capaz de tornar real a lenda segundo a qual o amor, o verdadeiro, não tem olhos.

De fato, uma motocicleta de desempenho extremamente alto pode ser combinada com um motociclista iniciante (embora isso, reiteremos fortemente, nunca seja uma coisa boa).

Assim como a moto mais bonita do planeta pode aceitar um motociclista feio como motociclista, porque ela se preocupa com sua aparência externa (e o capacete, nesse sentido, ajuda).

3.A motocicleta sabe o valor do dinheiro

Certamente uma motocicleta nunca esperará presentes ou acessórios de sua parte para gratificá-la, porque simplesmente não precisa disso.

De fato, ela foi construída de acordo com especificações de design específicas, que, por serem “padrão”, já a tornam perfeita quando sai da fábrica.

E se você decidir, por vontade própria, dar-lhe algo, ela o usará sem histórias e, acima de tudo, nunca recusará seu presente.

4.A moto contribui para a redução do estresse

Aparentemente, foi demonstrado: andar de moto reduz o estresse e é bom para a saúde mental.

É isso que emerge de um estudo do Instituto Semel de Neurociência e Comportamento Humano da Universidade da Califórnia em Los Angeles.
O estudo foi financiado pela Harley-Davidson e envolveu três pesquisadores dedicados a registrar os níveis hormonais e monitorar a atividade cerebral de mais de 50 motociclistas antes, durante e depois de uma sessão de pilotagem de moto.
Os resultados dos testes destacaram uma série de benefícios físicos e mentais derivados da condução, em particular uma redução no nível de cortisol, o hormônio do estresse.

Um passeio de moto de vinte minutos, novamente de acordo com uma pesquisa da Universidade da Califórnia, é capaz de reduzir biomarcadores de estresse em 28%, aumentar a frequência cardíaca em 11% e aumentar os níveis de adrenalina em 27%.

Segundo os pesquisadores, os valores são muito semelhantes aos encontrados após exercícios leves.
Mas não apenas isso, o estudo mostrou uma mudança na atividade cerebral dos motociclistas caracterizada por um aumento na prontidão semelhante à resultante de uma xícara de café, obviamente estamos falando sobre café americano, juntamente com um aumento na concentração sensorial que traduz em maior atenção.

5.Economia de tempo

A moto é uma das coisas mais apreciadas por quem, por trabalho e outras razões, deve mergulhar diariamente no trânsito.

Já que você não está sujeito a filas e longas e exaustivas buscas por estacionamento, portanto, os tempos de viagem são drasticamente reduzidos e também é possível percorrer grandes distâncias em pouco tempo. Os dias, portanto, tornam-se mais produtivos.

6.Consome e polui menos que um carro

A moto proporcionar menos tempo na estrada é igual a menos tempo com o motor ligado. Assim, tudo isso se traduz em menor consumo de combustível, além de menores emissões atmosféricas e desgaste dos componentes.

7.É bom para o cérebro

O andar de moto melhora as funções cognitivas, não sou eu, mas um estudo realizado pela Universidade de Tóquio.

Analisando uma amostra de motociclistas com idades entre 40 e 50 anos, verificou-se que a maior concentração necessária para andar de moto tem excelentes implicações para o cérebro. Assim, o nível de concentração necessário e é mais sensível a estímulos externos.

Os reflexos e a capacidade de manter o equilíbrio em determinadas situações também melhoram.

 8.É divertido

A moto é um veículo extremamente divertido e até mesmo dirigir um modelo comum que é “silencioso” pode se transformar em uma experiência inesquecível.

9.Proporciona contato com o meio ambiente

Saiba que mulheres pilotando motos vão conseguir viajar imerso no meio ambiente. Não há obstáculos para o que nos rodeia, exceto roupas técnicas, mas nada a ver com o interior claustrofóbico de um carro.

A experiência de dirigir a moto é, portanto, mais envolvente.

10.Melhore a sua maneira de dirigir

Fique sabendo está pilotando motos, você estará menos visível e, portanto, mais exposto a acidentes.

Seu instinto de conservação o levará a ser mais cauteloso e a evitar qualquer possível situação perigosa, como as manobras arriscadas que muitos motoristas descuidados infelizmente fazem todos os dias.

11.Deixa o corpo mais resistente a pequenas doenças

Estar sempre em locais fechados e aquecidos, protegidos do frio, é certamente agradável, mas também é verdade que, a longo prazo, esse tipo de conduta enfraquece o corpo.

O uso frequente de um veículo de duas rodas, mesmo no inverno ou verão, tornará você mais resistente a ataques de ar e vírus da gripe.

E aí, achou interessante este post? Compartilhe sua experiência nos comentários!

Você tambem faz parte do mundo feminino e o amor por motos, mande sua história e fotos para imprensa@bestriders.com.br.
Contaremos a sua história aqui na Best Riders



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


− seis = 0