Yamaha VMAX 2014

8
1100

Yamaha VMAX 2014 – Potente e rápida ao extremo,  essa máquina poderosa mantém se fiel a  tradição das majestosas VMAX,  que já existe desde 1985. Forte e elegante, na versão 2014 mantém o ronco característico.

Yamaha VMAX
Foto Divulgação

Yamaha VMAX 2014

Toda sua estrutura musculosa repleta de inteligência da mais alta engenharia compõe essa motocicleta fascinante, tal como já esperado de toda versão VMAX. Combina os atributos da esportividade,  estilo com foco no futuro, traduzido em formas que expressam ferocidade e poderio. Sua base tríplice é performance, potência e adrenalina, sendo a última totalmente fundamentada na experiência do piloto, que no lombo dessa máquina voraz, desafia os limites de espaço e tempo, tornando o caminho satisfação plena, fazendo com que o prazer da viagem anteceda a satisfação do destino, tornando todo o conjunto êxtase pleno aos apaixonados pela velocidade.

Yamaha VMAX

A Yamaha VMAX 2014  ostenta um motor maior em um quadro mais compacto, o que proporciona enorme capacidade de aceleração, também possibilitando maior controle, fazendo do piloto verdadeiro senhor das curvas e das retas. Equipada com um motor V4 de 1679 cc a 4 tempos, com refrigeração líquida, disponibilizando ao condutor elevado nível de potência. Toda essa potência está em um quadro preto em alumínio de baixo perfil com enormes forquilhas dianteiras e grandes entradas de ar em alumínio, configurando um estilo agressivo, marcante e sobressaliente ante as motos do século XXI. Seu vultuoso escapamento produz ronco ruidoso, um verdadeiro trovão das pistas e estradas. Sua potência é de  200 cv à 9.000 rpm, com torque de 17,0 kg-m à 6.500 rpm.

Yamaha VMAX

Aos best riders deixamos essas menções sobre essa poderosa máquina da Yamaha.

8 COMENTÁRIOS

  1. Muito bonita, mas cara demais e não apresenta tantas vantagens, considerando-se o motor que tem. A velocidade máxima, 220 km/h, é baixa, já que a moto dispõe de tanta potência. Pagar R$ 100.000,00 numa moto desse porte e ficar na poeira quando uma CB1000 (R$ 45.000,00, 250 km/h) ou uma Hayabusa (R$ 65.000,00, 300 km/h) passar por você deve ser frustrante. Mas se o bloqueio eletrônico dela (consta que há um, para reduzir a velocidade, não sei se é verdade) puder ser removido, aí então vale a pena – mesmo que o usuário nunca vá se aventurar a tais velocidades.

  2. Sugiro uma volta a cilindrada na faixa de 1.000. A moto poderia perder uns 70 kilos e uns 70 cv sem perda de rendimento, mas com uma baita melhora na dirigibilidade e redução do preço.

  3. Quem me dera poder comprar uma maquina dessas. Quem sabe um dia tenho condições de comprar um sonho desses. Vou estudar e correr atrás de um bom emprego, que me possibilite comprar uma maquina dessas. E linda de mais!. A Yamaha esta sempre inovado e renovando suas belas maquinas. Enquanto não posso ter a Vmax, vou curtindo minha TÉNÉRÉ, que já me faz feliz de mais!. Parabéns Yamaha!.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


6 × quatro =