Video-teste: Dafra Citycom 300i

Testes, Video Teste

Com um excelente custo/beneficio, a Dafra Citycom inaugura um nicho inexplorado pelas grandes japonesas. A boa notícia, é que o scooter tem muita tecnologia, um belo design e ótimo preço

 

Citycom Video teste: Dafra Citycom 300i

por Pablo Berardi Fotos Motore Produtora/Renato Durães

Quando dinheiro não é problema na hora de comprar qualquer tipo de produto, sempre damos preferência às marcas tradicionais e reconhecidas. Afinal, aquela frase que diz que o barato sai caro, quase sempre é verdade. Por isso, na dúvida, pagamos mais pela qualidade.

Mas e na falta do produto? Ou melhor, ele existe, mas custa muito mais caro e existe uma nova opção que parece ser tão boa quanto e custa bem menos. Não estou falando dos carros da Kia ou Hyundai, me refiro a um modelo da Dafra, o Citycom 300i.

34frente Video teste: Dafra Citycom 300i

A bolha dianteira ajuda na estrada, mas atrapalha na cidade

Eu confesso, também sou avesso a sair das tradicionais marcas de moto. Afinal, até hoje, poucas vezes vi uma motocicleta dessas novas empresas formada por investidores se equiparar às motocicletas das tradicionais empresas do setor – mesmo que estas também usem muitas peças chinesas ou de qualquer outro país asiático. É fácil perceber isso, afinal, se elas são tão boas quanto, por que não estão nas pistas de competição, onde a exigência é bem maior? Por que não possuem modelos em categorias superiores, onde o público é mais exigente?

O problema é que além de não serem muito mais baratas, essas pequenas marcas ”emergentes” tem uma depreciação enorme e ainda possuem uma durabilidade baixa. Não são feitas para agüentar a solicitação das vias e condições de uso da maioria dos brasileiros. Sem dúvida, são armadilhas para pegar leigos, principalmente em regiões pouco desenvolvidas economicamente.

34traseira Video teste: Dafra Citycom 300i

A traseira é bem moderna, lembrando os sofisticados modelos europeus

Por sorte, em nosso mercado, sobraram pouquíssimas marcas oportunistas e as novas empresas do setor tiveram que investir e melhorar para se adequar a nova realidade do mercado, inclusive a Dafra que firmou importantes parcerias com fabricantes mundiais e hoje oferece produtos com muito mais qualidade do que quando iniciou as atividades a 3 anos atrás.

O Dafra Sym Citycom é a prova real disso. Em parceria com a Sanyang Industry Co, de Taiwan , a empresa trouxe ao Brasil um produto inédito, de boa qualidade e com um preço bem atraente. Não demorou muito e desde setembro de 2010, vem obtendo números expressivos de venda.

Reflita você mesmo a fórmula do sucesso. Um scooter com um porte mediano, de design moderno, equipado com um motor de 263,7 cm³ com refrigeração liquida e injeção eletronica, rodas de 16” e um excelente espaço sob o assento. Tudo isso por apenas R$ 12 990.

dianteiras traseiras Video teste: Dafra Citycom 300i

Os conjuntos duplos, aumentam a segurança

Não estou fazendo propaganda do produto, mas pense… Nesse valor, você pode comprar uma Honda CB 300R, uma Yamaha Fazer 250 ou as versões trail desses produtos. Se você quiser um scooter, ou compra os urbanóides 125/150 por cerca de R$ 6 000 ou parte para um “Burgmão” 400 que não sai por menos de R$ 26 900. Quer dizer, o dobro!

Pois é, não tinha nenhuma opção ali no meio e não me diga que ninguém sabia disso. O que os donos dessa legião de Biz, Burgman e Neo fazem quando quiserem dar um up-grade? Lamentam?

Não mais, quem irá lamentar serão as grandes japonesas que perderam a vanguarda desse volumoso segmento e posso dizer, vai ser difícil fazerem algo semelhante com um preço tão competitivo… Até me parece a história da Kia ou Hyundai.

freios Video teste: Dafra Citycom 300i

Os freios a disco nas duas rodas são potentes e bem dosáveis

Me convencer da qualidade do produto não é tarefa fácil, afinal, fui nascido e criado entre japonesas e européias, mas esse Citycom me surpreendeu. A unidade avaliada tinha cerca de 4 500 km rodados e, mesmo não sendo muito, ela parecia nova — com exceção de alguns ruídos da região frontal devido ao excesso de plásticos. Experimente uma moto de má qualidade com essa quilometragem e me diga o que você acha.

Durante o teste, todos rodaram bastante com o scooter e não faltaram elogios. Começando pelo design bastante elogiado, o Citycom atrai pelo porte avantajado e diferenciado, principalmente pelo amplo para-brisas. O farol com duplo refletor é bem moderno, assim como a traseira com duas lanternas. As linhas são angulosas e chamam bastante atenção. Poderíamos colocar um logo Piaggio em vez de Dafra ali ao lado que ela passaria tranquilamente… Tá bom, exagerei, a qualidade de acabamento é bem diferente, inclusive em relação a um Suzuki Burgman 400, mas a Dafra é bonita, principalmente na cor branca.

O painel possui uma agradável iluminação azul e possui o marcador de combustível digital. Os punhos de luz são bem simples, mas contam com o importante lampejador de farol alto. O banco em dois níveis é bem largo e proporciona bastante conforto para o piloto e garupa. Aqui ainda cabe uma menção às práticas pedaleiras retráteis que se abrem quando pisamos sobre elas.

pedaleiras1 Video teste: Dafra Citycom 300i

Mesmo com os meus 1,80 M de altura, não tive problemas de esbarrar os joelhos no escudo frontal como acontece em alguns modelos. Não sobra, mas não falta espaço. Lugar também não é problema sob o assento, pois é possível guardar um capacete fechado e mais algumas coisas ou uma mochila bem “recheada” . Ainda contamos com um porta-luvas com tomada 12V para carregar um celular ou um GPS e um gancho para pendurar uma sacola de supermercado, por exemplo.

Praticidade é com ele mesmo. O motor de 263 cm³ e o câmbio CVT proporcionam uma condução bem fácil e suave. Com uma arrancada ágil, ele atinge até 140 km/h indicados no painel, mais do que o suficiente para andar nas vias expressas e pegar estradas com segurança. Na cidade, conseguimos arrancar rapidamente nas saídas de farol e as retomadas são feitas com bastante agilidade entre os carros. Seu desempenho não “empolga” como uma moto 250/300 onde podemos trocar marchas e ter mais liberdade de escolha do tipo de tocada, mas o câmbio CVT traz a comodidade de não ter que fazer nada. Na estrada, ela vai muito bem, mas aqui em relação ao Burgman 400, sente-se muita diferença de desempenho.

outras1 Video teste: Dafra Citycom 300i

O conjunto ciclístico é bem agradável, principalmente pelas rodas de 16” que equipam o scooter. Graças ao bom diâmetro, sentimos muito mais segurança para andar em pisos esburacados, principalmente na chuva quando eles ficam “escondidos”. Os pneus Metzeler comprovam a atenção à qualidade nesse produto, apesar da tinta da roda estar descascando perto das bordas, mostrando uma falta de capricho na pintura.

Outro grande “gargalo” de um scooter é a suspensão. Como o motor está localizado sobre a balança traseira e as rodas são menores do que as que encontramos em motocicletas normais, elas sofrem para transmitirem conforto em pisos irregulares. Além disso, o peso de 181 kg é bem superior aos 130 kg que os modelos urbanos dessa categoria. Mesmo assim, nesse aspecto, o Citycom também surpreende. As suspensões trabalham com bastante harmonia e são bem calibradas. De qualquer maneira, poderiam ser mais progressivas, pois a traseira é um tanto dura, ficando melhor quando andamos com garupa, por exemplo. A dianteira não transmite muito feeling  e não é muito firme em velocidades mais elevadas. De qualquer maneira não sofrem com fim de curso ou com sintomas de má qualidade.

Na cidade, o grande parabrisa bem no campo de visão dos olhos incomoda um pouco, principalmente se ele estiver sujo, pois fica difícil enxergar na hora de manobrar. Se ele ajuda na estrada a desviar o vento, água e sujeira, na cidade é um tanto exagerado.  Outro ponto que é ruim é o acionamento do descanso lateral. Muito escondido, fica difícil encaixar o pé na alça para acionar o dispositivo. Mesmo assim, vale ressaltar o cavalete central, muito útil pelo fato do Citycom não possuir freio de estacionamento.

fecha Video teste: Dafra Citycom 300i

Quem está acostumado com scooter pequenos vai estranhar andar sobre o Citycom na cidade. Seu tamanho um pouco avantajado tira um pouco da agilidade que gostaríamos. principalmente com o trânsito cada dia mais apertado, onde ele acaba ficando “enroscado”.

Na verdade, ele é uma ótima opção para aqueles que querem um scooter para o dia a dia e para viajar, principalmente se andar com garupa. Contudo, se a ideia é ter como uma opção para o dia a dia, deixando a sua reluzente custom ou sua potente esportiva para o fim de semana, reveja se o tamanho da Citycom não vai te atrapalhar. Ele é largo e grande para andar no trânsito fechado. Talvez, para isso, compense ter um scooter de menor cilindrada que é mais ágil e prático para isso.

Sem o capricho ou a sofisticação de scooter europeus, o Citycom é um ótimo meio de transporte versátil e prático. Para os amantes das verdadeiras sensações de uma motocicleta, o scooter pode cair como um balde de água fria. Sem embreagem, marchas ou emoção, ele é prático e ponto.

Uma coisa é certa, por menos de R$ 13 000, nada é tão confortável, versátil e fácil de andar como esse scooter.

Pablo Berardi utilizou calça (Panic), jaqueta (VTone), bota (Targa Florio) e capacete (RR600) da SBK.

DafraCitycom 300 Video teste: Dafra Citycom 300i

13 comments

  1. Essa scooter é perigosa para um iniciante pelo fato de ser 300cc? Quero comprar minha primeira moto, estou a tirar carta de habilitação e quero ela como minha primeira moto, a manutenção também me preocupa, ela é muito cara?
    Quero ela pelo fato de que sempre andarei com minha namorada e uma scooter 125 nao me satisfaz pelo tamanho. Valeu obrigado pela materia, tou pesquisando muito essa scooter. abração.

    Responder
  2. Pagamento sem juros no cartão de crédito, é mentira propaganda enganosa, tem ágio de 10% do valor do bem!

    Responder
  3. Parabens pelo site, muito boa avaliação, com bastante detalhes!
    Uma dica, coloquem tambem aceleração de 0 a 100km/h e velocidade maxima.

    Responder
  4. Valeu Pablo, excelente teste mostrou pros e contras, eu ja estava de olho nessa scooter, agora se for escolher vai ser essa mesmo.Mais uma vez parabens pelo trabalho e empenho de toda a equipe, certamente o site sera um sucesso maior do que ja esta sendo em menos tempo que imaginam.Um gde abraço a todos.

    Responder
  5. estou muito feliz com a minha comprei em outubro fui um dos primeiro a comprar é uma delicia de scooter da de 10 nas outras motos da categoria

    Responder
    • Boa Noite…Como esta sua 300i após todo este tempo. Estou estudando a compra de uma. Grato

      Responder
  6. Gostaria de saber detalhes do procedimento para realizar o teste no dinamômetro, visto que, por causa do câmbio CVT, os testes são pouco reprodutíveis até mesmo em scooters como a Burgman 650 com câmbio CVT em modo manual.

    Responder
  7. Otimo teste, ja avia gostado do site antes…agora mais ainda, essa moto realmente é uma inovação nos scooter que vem rodando por aqui..no E.S ela esta os poucos conquistando os capixabas tbem…pelo fato de facilitar a vida no transito e propocionar um grande conforto nas viagens, Parabéns mais uma vez ao site.

    Responder
  8. Essa Dafra é muito gostosa de dirigir, quem gosta de scooter vai se dar bem com ela. Tem um belo acabamento e um preço atraente. Tem um porte bacana e as rodas dão uma boa sensação de segurança ao pegar um dos muitos buracos de SP. O unico que fica no ar é aquela velha musiquinha:
    “Comprei minha Dafra faz um ano e ela nunca está ao meu lado…esta sempre na oficina e a fabrica não tem peça e eu…”

    Responder
  9. Parabéns pelo excelente site.Também não conhecia e agora já está adicionado nos meus favoritos.

    Responder
  10. Parabéns pelo site. O vídeo está de muito boa qualidade. O teste nem se fala; excelente. Finalmente estamos quebrando tabus e olhando mais para mercados latentes que desejam se expandir e não tem para onde. A Dafra viu uma chance que outros desperdiçaram. A prova é que tem fila de espera para receber a scooter, ou seja, o que se fabrica, vende. Só resta a Dafra espantar o fantasma do mau-atendimento ao consumidor no pós-venda que ainda insistem em manter…

    Responder
  11. Nao conhecia esse site, achei excelente. Irei assistir o teste da XRE X Tenere para confirmar. Ja adicionei nos favoritos. A respeito da Dafra, nao concordo em marcarem o bagageiro como item de serie, uma vez que o mesmo nao esta disponivel nem como opcional; o que existe é um porta objetos, e porta-luvas.

    Responder
  12. olá pessoal primeiramente gostaria de dizer que adorei o site e que ele já esta na minha lista de favoritos. entro diariamente para checar as noticias e novidades(conheci o site pelo “jalpnik”) oque mais me chamou atenção para o site foi o video teste que é a principal singularidade deste site em relação a outros do genero.só tenho uma sugestão a fazer… nos videos apresentados ate agora fiquei com a impressão de que a moto era o segundo plano do video pois raramente consegui escutar algum barulho de motor acho que isso deveria ser modificado pois pára verdadeiro motociclista não existe melhor sinfonia do que o motor de sua moto preferida… enfim abraços a todos, espero que leiam a minha sugestão.susseço

    Responder

Comentário Best Riders


três − = 1