Viagem de motos – Itália (Genova – Florença – Roma)

1
646
Parco Nazionale delle Cinque Terra

ROTEIRO

» Acesse também Viagem de Moto pela Itália (Alpes Italianos – Veneza)

No artigo anterior vimos a Itália por um ângulo diferente, valorizando os Alpes, regiões de lago e a encantadora Veneza. Agora vamos descer a botinha até seu limite com o mediterrâneo.

Serão aproximadamente 1.200 quilômetros por uma estreita faixa de terra, homogênea, mas muito gratificante.

Os meses de junho, julho e agosto são os melhores para viagem em moto, porque chove pouco. Em compensação, o calor é muito forte!

Primeiro destino, saindo de Genova, já comentada o artigo anterior é Florença, ou Firenze para os italianos. São 230 Km margeando o litoral.

No meio do caminho tem La Spézia. A cidade não oferece muito, já o parque “Parco Nazionale delle Cinque Terra” sim. Convém tirar um tempo para conhecer de moto e não de barco como irão aconselhar. Diga-se de passagem, convém se você tiver um espírito aventureiro, que gosta de novos desafios, de roteiros um pouco apimentados. São apenas 32 Km só de alegrias. Galeria abaixo.

galeria

Foto abaixo retrata o tipo a estrada dentro do parque, confesso que fiquei surpreso com essa região. Belíssima e estava passando despercebida.

i2pk0249_slideshow

italia_3
Região de La Spézia – Parque

Sigamos enfrente, mas a região turística de La Spézia merecia um artigo somente para ela. É fantástica e um detalhe, o litoral praticamente não tem praias, somente pedras e como diriam, “os brasileiros sempre da um jeitinho”, aqui no caso os italianos se viraram bem.

sem areia
Litoral praticamente sem areia, só pedras.

Na seqüência, o acesso a Florença agora é pela auto-estrada A11. Via de regra, são prazerosas de rodar, mas no decorrer dos quilômetros, vão ficando chatas e sem muito a acrescentar.  A alternativa seria por Pontedera, onde esta  localizado o Museu Piaggio com sua imensa coleção de Vespas e Gileras, mas consta que a rodovia esta interrompida próximo a Florença.

lucas_cs
Museu Piaggio – Vespa usada pelo exército

Essa motoquinha me traz arrepios. Tenho há 20 anos uma marca no rosto devido a uma queda que levei andando numa vespa. Ela não foi feita para as nossas estradas cheias de buracos.

Florença com aproximadamente 371.060 habitantes tem na sua história o nascimento dos papas Leão X, Clemente VII, Clemente VIII, Leão XI, Urbano VIII e Clemente XII.

Sede do ACF Fiorentina é o principal clube de futebol da cidade e manda seus jogos no Estádio Artemio Franchi, bem como tem seu centro histórico, tombado pela UNESCO como patrimônio Mundial da humanidade.

Abaixo: O campanário da Catedral de Florença (de Giotto).

campanario

Florença (em italiano Firenze), é a capital da  região da Toscana. Foi durante muito tempo considerada a capital da moda e é considerada o berço do Renascimento italiano e uma das mais belas cidades do mundo.

Florença tem muito que conhecer e aqui vão algumas dicas de lugares muito recomendados: O Duomo, o Batistério e a Accademia são considerados obrigatórios. As capelas e catedrais de forma geral, não só aqui, como em toda a Itália, são muito recomendadas. Para os apreciadores de turismo histórico, aqui é um ”prato cheio”, reserve pelo menos dois dias em Florença.

Levando em consideração que o Duomo esta a apenas algumas quadras da Piazza da Signoria e da Accademia, uma boa opção é deixar as motos no hotel ou dependendo do local onde esta hospedado, em um estacionamento e acredite, você ficara o dia inteiro, andando nessa região.

Duemo
Duemo

GALLERIA DELL'ACCADEMIA

GALLERIA DELL’ACCADEMIA

Endereço: Via Ricasoli, 60
Site: http://www.firenzemusei.it/accademia/
Horário: De terça a domingo – 8h15 às 18h50
Preço: 6,50 euros mais 4 euros de reserva (opcional)

PALAZZO PITTI

PALAZZO PITTI

Endereço: Piazza Pitti, 1
Site: http://www.firenzemusei.it/palatina/
Horário: De terça a domingo – 8h15 às 18h50
Preço: 8,50 euros mais 3 euros de reserva (opcional)

Deixando Florença para traz, nosso destino agora é Roma. A apenas 280 Km de distancia.

O transito em Roma é alucinante, nas rotatórias, esquinas e curvas. Nas estradas, as motos têm prioridade quando em fila indiana e nas auto-estradas a pista da esquerda é sempre liberada para aqueles em maior velocidade.

Roma está situada no coração da Itália, de onde é fácil partir para tantas outras cidades. Veneza, por exemplo, encontra-se a 530Km de distância. Não é a toa que dizem “Todos os caminhos levam a Roma”. Mas não é preciso ir longe: Roma está recheada de atrações imperdíveis.

Coliseu

 

Abaixo a Piazza Navona – Aos fundos, embaixada do Brasil em Roma
Abaixo a Piazza Navona – Aos fundos, embaixada do Brasil em Roma

 

A Villa Borghese é um interessante palácio de Roma construído entre 1613 e 1616
A Villa Borghese é um interessante palácio de Roma construído entre 1613 e 1616

 

Vaticano. Atração imperdível em Roma. foto: Laura Arcoverde
Vaticano. Atração imperdível em Roma. foto: Laura Arcoverde
forum
O Fórum Romano é a parte mais antiga da cidade, era o centro comercial do Império.

De Roma a Nápoles são apenas 225 Km pela A1/E45.  É uma cidade portuária com muitos prédios antigos e mal cuidados. Ponto turístico recomendado é a Pizzeria da Michele, famosa pela filmagem de “Comer, Rezar, Amar”, com a participação de Julia Roberts. Come-se bem em Napoli e a preço honesto.

De Nápoles ao nosso destino, Reggio Calabria , são 490Km de vias pavimentadas, não mais por autoestradas. Como tem sido na Itália e em outros países da Europa, as surpresas não estão nas vias rápidas. Recomendo sair delas e buscar rotas alternativas, pois são muito mais gratificantes e falando nelas vamos a mais uma: Costa Amalfitana.

A Costa Amalfitana é um trecho de 60 km do litoral da Campânia, entre Sorrento e Salerno, servido uma estrada costeira que é uma passarela estreitíssima, esculpida, em boa parte, no precipício. Ao longo da estrada, entre uma vista vertiginosa e outra, encontram-se cidades históricas como Amalfi (à beira do mar Tirreno) e Ravello (no alto da montanha), além de um lindo vilarejo que escorrega pela encosta até a praia: Positano. Esse trecho traz dificuldades aos GPS, siga com um mapa atualizado, pois a saída de Napoli é um tanto complicada.

almafitana

Positano é o mais encantador dos vilarejos da costeira e é exatamente o retrato de toda essa beleza e charme italiano. A cidade fica na Costa Amalfitana, bem na região de Campagna. E é destino obrigatório para quem passa pela Itália; ou seja, quem quer estar rodeado de belezas e charme tem que visitar Positano. O local fica no meio de duas montanhas e uma praia.

Algumas imagens falam mais que mil palavras. Tudo isso em apenas 60 Km. Pra mim um dos melhores trechos dessa rota, juntamente com o parque “Parco Nazionale delle Cinque Terra” em La Spézia, entre Genova e Florença.

Parco Nazionale delle Cinque Terra
Parco Nazionale delle Cinque Terra

Dicas dessa região:

  • Visite as boutiques e restaurantes na vila de pescadores de San Angelo em Ischia
  • Visite os paradisíacos jardins da vila San Michele em Capri
  • Aprecie a vista através dos terraços de falésias do Museu Correale di Terranova em Sorrento
  • Explore as fascinantes ruínas de Pompeia
  • Delicie-se com pescados em La Sponda, Positano
  • Experimente o Spa Capri Palace
  • Visite o Vale dos Templos de Agrigento. As ruínas são as mais bem preservadas da Grécia clássica
  • Conhecida como a ilha do bem estar, Ischia é o lugar perfeito para relaxar em um spa termal
  • Experimente os banhos de lama natural em Vulcano
  • Faça um passeio de helicóptero sobre o Monte Etna, o maior vulcão ativo do mundo
  • Passeie pela avenida ornamentada por glicínias em Immensity, Ravelo.

E no final dessa rota, Reggio Calabria. Ultima cidade Italiana rumo ao Mediterrâneo e porta de entrada para a Cecília. É uma cidade portuária com algumas atrações. Na estrada Lungomare, é possível fazer uma caminhada espetacular à beira mar. E o Bronzi di Riace, que reúne antigas estátuas de bronze gregas descobertas no início dos anos 1970, é digno de ser visitado no Museo Nazionale della Magna Grecia.

Concluímos aqui um roteiro pelo sul da Itália, explorando os melhores pontos turísticos nessas estradas, com destaque para La Spézia e a Costa Amalfitana.  As grandes cidades, ha centenas de pontos turísticos. Os explorem conforme suas preferências e possibilidade de gastos, mas adianto, impossível passar por todos eles. Trace um perfil e siga enfrente.

Em nosso próximo artigo vamos conhecer um pouco da Suíça e seus encantos. Noticias de estradas maravilhosas e paisagens de tirar o fôlego. Quem nunca ouviu falar dos Alpes Suíços?!

Juízo amigos. Se beber não pilote e se pilotar não beba.

Abraços

Fausto Malheiros

 >> Confira outras viagens aqui.

>> Conheça nossa loja de motos

1 COMENTÁRIO

  1. Fausto. Bleo passeio. Quero fazer este passeio em Maio de 2018. Viu passar por Florença. Siena. Etc. meu receio é sobre se nos estacionamentos é seguro deixar os capacetes de preso no cabo. Ja que em algumas cidades turisticas a moto ficara bom tpo em estacionamento.
    Me retorna.
    Aberto
    Marcelo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


quatro + 3 =