Triumph Thunderbird Storm: o Schwarzenegger Inglês

3
1575

Rejuvenesça o Arnaldão Schwarzenegger 30 anos, instale duas rodas e um tanque no lombo, crome algumas partes, e por fim, conceda um passaporte inglês ao brucutu. Pronto! Eis a Triumph Thunderbird Storm em sua forma bruta. Claro que o fato de possuir um passaporte britânico automaticamente já agracia o rinoceronte mecânico com sutilezas que somente os maiores tomadores de chá da Europa possuem.

triumph thunderbird storm

triumph thunderbird storm

Fotos: Divulgação

Triumph Thunderbird Storm: o Schwarzenegger Inglês

Num primeiro olhar, a moto, apesar de inglesa, parece feita em Esparta, povo grego orientado a guerra que cultuavam o físico e habilidades bélicas, porém ao conduzi-la, aparecem alguns toques atenienses. Um bom exemplo é a entrega gradativa de potência do seu motor de 98 cavalos para a sua transmissão primária, privilegiando não somente saídas absurdamente rápidas, como retomadas com aumento de velocidade suave (ou não) em quaisquer uma das seis marchas. Definitivamente, a moto responde eficientemente ao comando do piloto no acelerador.

triumph thunderbird storm

A Triumph Thunderbird Storm é um modelo que pertence ao chamado segmento “power cruiser”, desenvolvido para motociclistas que esperam um estilo agressivo em uma moto com vocação estradeira.

Motor

Como disse no início, seu motor é uma das características mais marcantes: o propulsor T-16, com 1.699 cc, duplos e enormes cilindros paralelo, gera 98 cv de potência e 156 Nm de torque a partir das 2.950 rpm. o que é muito bom para motos deste segmento. O fato dos pistões serem paralelos ameniza bastante a trepidação característica em outras marcas do segmento “power cruiser” que possuem cilindros duplos em “V” e em linha.

Os escapamentos laterais, além de dar um efeito estético bonito ao modelo deixando-o mais largo, produzem um rugido de botar respeito no trânsito.

triumph thunderbird storm

Ciclistica

A Triumph Thunderbird Storm utiliza o mesmo chassi da Thunderbird, que oferece boa precisão nas manobras, apesar de esterçar pouco. O chassi também confere excelente equilíbrio com a moto em movimento, seja em baixa ou alta velocidade.  Em curvas ou retas. Lembra um tanto a pilotagem de outro exagero da marca, a Rocket III. O guidão largo permite bom controle em curvas de alta porém atrapalha no trânsito. A moto não foi feita para ficar enclausurada na cidade. Precisa de espaço para ficar divertida e gostosa.

triumph thunderbird storm

Conforto

O baixo assento de 70cm. permite uma posição confortável e proporciona uma condução prazeirosa em estradas. O assento do garupa poderia ser mais largo e oferecer mais conforto, mas não chega a comprometer em viagens curtas (até 250km.) sem parar.

Outro ítem que contribui no equilíbrio e se reflete no conforto da “halterofilista” são os garfos de curso de 47mm na dianteira e amortecedores duplos com 5 regulagens.

Freios

ABS! Ahhh.. ABS. Os discos duplos flutuantes, bem fixados, com 310 mm na dianteira, são prensados por 4 pistões uma excelente frangem. Claro que possuem ABS de série! Ponto para a Triumph!

Suas belas rodas de liga leve de cinco raios são equipadas com pneus Metzeler ME 880 Marathon.

Instrumentos

O velocímetro no tanque inclui um computador de bordo que conta com um relógio, dois medidores de percurso e um medidor de combustível, além de um  tacômetro. A exemplo das grandes customs do mercado, a Triumph disponibiliza uma série de acessórios para equipar a musculosa moto.

triumph thunderbird storm

Os faróis duplos da Triumph além de marca registrada da marca, ilumina muito bem o terreno adiante. Espelho retrovisores embora não comprometam, mas ainda refletem boa parte do ombro do piloto.

Em um circuito misto a moto fez 22km/l do seu tanque de 22 litros de combustível.

triumph thunderbird storm

O preço sugerido de R$ 49.900,00 fica dentro da faixa de valor das motos concorrentes oferecidas no Brasil. A motocicleta está disponível em duas opções de cores: Preto Matt Jet e Grafite Matt.

Segue o filme que mostra como a Grande Negra Inglesa é excelente para estradas e vias largas, porém sofre com o trânsito:

Triumph Thunderbird Storm 2013 from Roberto Severo on Vimeo.

 

Ficha técnica Triumph Thunderbird Storm:

Motor: Dois cilindros paralelos, DOHC e refrigeração líquida
Potência: 98 cv a 5.200 rpm
Torque: 15,9 kgf.m a 2.950 rpm
Diâmetro x curso: 107,1 x 94,3 mm
Cilindrada: 1.699 cm³
Alimentação: Injeção eletrônica
Partida elétrica
Câmbio: Seis velocidades
Chassi: Berço duplo de aço
Suspensão: Dianteira com garfos telescópicos, de 47 mm de diâmetro e 120 mm de curso e traseira com duplo amortecedor com pré-carregamento ajustável de cinco posições e 95 mm de curso
Freios: Dianteiro disco duplo de 310 mm (Nissin) e traseiro disco simples de 310 mm (Brembo), com sistema ABS (antitravamento)
Pneus: 120/70 R19 (dianteiro); 200/50 R17 (traseiro)
Dimensões: 2.340 mm (comprimento), 880 mm (largura), 1.120 mm (altura), 1.615 mm (entre-eixos) e 700 mm (altura do assento ao solo)
Tanque: 22 litros
Peso: 339 kg (em ordem de marcha)

Antes que me perguntem, a diferença da Tbird para a Tbird Storm, basicamente é 100cc a mais para a última e a Storm ter boa parte de suas peças em preto, enquanto a Tbird possui as mesmas peças cromadas. Vale a mudança para o novo modelo? Bem, vai do gosto e do bolso do cliente.

Conclusão

Não é uma moto para iniciantes, pois pesa bastante e não funciona bem para manobras, principalmente quando o piloto tem que estacionar na cidade. Diria até que não é moto para quem usa como veículo primário de condução no dia a dia.

Claro que sobra tecnologia e potência para quem busca uma cruiser deste calibre, e a marca a ser batida neste segmento é a Harley-Davidson, porém entre elas existe uma parede alta de tradição da montadora americana em relação a modelos customs de alta cilindrada para qualquer outra marca. Diria que a Thunderbird Storm enfrentaria no octógono uma Super Glide Custom, ou Fat Bob (faróis duplos lembram a Thunderbird) e até mesmo uma Fat Boy, e correndo por fora uma Boulevard 1500 da Suzuki. Talvez a V-Rod entraria na briga, mas esta ficaria frente a frente com a Rocket III. Enfim, vale a pena passar na concessionária Triumph para comparar a “Bull Dog” inglesa, seja com um “American Pit Bull” ou um Godzilla japonês.

triumph thunderbird storm

>> Conheça nossa loja de Motos.

3 COMENTÁRIOS

  1. Caraca Roberto,

    Sua avaliação ficou muito boa.. Não aguento os sites que sempre escrevem a mesma coisa. Parabéns ao bestriders e a você!

    keep riding!

    Marcos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


+ seis = 12