SWM SILVER VASE 440L: uma scrambler sino-italiana

0
217

Com linhas retrô, a Silver Vase 440 está equipada com motor de um cílindro de 30 cv de potência e ciclística espartana.

Silver_Vase_01_201728114558
A pequena Scrambler de 30 cavalos de potência custa 3.350 Euroas, cerca de R$ 18 mil

TEXTO: Aldo Tizzani / Agência INFOMOTO
FOTOS: Divulgação

SWM SILVER VASE 440L: uma scrambler sino-italiana

Imagine uma moto no melhor estilo retrô, com motor de quase 500 cc e que pudesse rodar na cidade, na estrada e também na terra. Infelizmente, hoje não temos este tipo de produto no mercado brasileiro. Mas, na Itália sim, graças ao investimento feito pelos chineses do Grupo Shineray para o ressurgimento da marca SWM. Com forte inspiração nas motos off-road dos anos de 1970, a Silver Vase 440 chega ao mercado europeu no melhor estilo scrambler e com preço de 3.350 Euros, o que equivale a cerca de R$ 18 mil.

Silver_Vase_02_201728114544
A SWM Silver Vase 440 é inspirada nas motos off-road da década de 1970

A base mecânica da moto é o propulsor de único cilindro, quatro tempos, refrigerado a ar, com de 445,3 cm³ de capacidade cúbica. O proulsor DOHC (duplo comando de válvulas no cabeçote) conta com injeção eletrônica de combustível e transmissão final por corrente. Em relação aos números de desempenho, o motor da Silver Vase 440 gera 30 cv a 6.750 rpm de potência máxima e 3,7 kgf.m a 5.500 rpm de torque máximo. Ou seja, melhores respostas em baixos e médios regimes de rotação.

A responsável pela agilidade no asfalto, mas principalmente na terra, é a roda dianteira aro 19 (100/90-19). Na traseira, a moto sino-italiana conta com roda aro 17 (130/80-17), ambas calçadas com pneus de uso misto. Pesa, a seco, 145 quilos.

Silver_Vase_05_20172811451
Para uma maior versatilidade, a Silver Vase 440 usa roda aro 19 polegadas na dianteira

Ancorada em um quadro de berço duplo, a ciclística da Silver Vase é formada por garfo tradicional na dianteira, de 43mm de diâmetro e 130mm de curso. Para completar o trem dianteiro, disco simples de 260mm, com cáliper de dois pistões. Seguindo padrões pra lá de espartanos, a traseiro conta com dois amortecedores – curso de 99mm – e com regulagem na pré-carga da mola. Além de disco simples, de 220mm de diâmetro e cáliper de um pistão. Já a autonomia é garantida pelo tanque facetado de 22,5 litros de capacidade.

Esta scrambler da SWM traz outros detalhes estéticos que chamam a atenção, principalmente para quem quer ingressar no mundo das duas rodas com estilo: number plate lateral, guidão alto e o escape com dupla saída, que fica do lado direito da moto. Para finalizar, dois relógio análogos – velocidade e rpm – e um pequeno display de cristal líquido para quilometragem total, hodômetro parcial etc.

Silver_Vase_04_201728132857
O modelo traz como destaque escapamento mais alto e com ponteira dupla

Um modelo que deverá preencher esta lacuna no mercado brasileiro será cafe racer Continental GT, de 535 cc, da indiana Royal Enfield, que iniciará suas atividade ainda no primeiro trimeste. Enquanto isso sonhamos cm uma moto entre 350 e 500cc que seja atenda as necessidades de um consumidor que procura uma moto de média capacidade cúbica para dupla jornada: trabalho e lazer; que seja robusta, com baixa manutenção e preço justo. Bom, como sonhar não paga imposto, a Silver Vase 440 pode ser uma boa sugestão pra levar para a cama em pensamento.

Silver_Vase_3_201728114531
Como acessório, o modelo sino-italiano traz para-brisa e mala fabricada em couro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


3 + nove =