Suzuki, Kasinski e H-D têm aumento nas vendas

0
807

Apenas três marcas que fabricam motos na Zona Franca de Manaus registraram aumento no número de vendas em atacado no mês de junho em relação ao anterior. Uma delas foi a Suzuki. Com a promoção em que a marca cobre o valor da entrada nas vendas parceladas, a Suzuki chegou a 2.012 unidades vendidas. Isto significa um crescimento de 6,7%.

A Kasinski também apresentou números bem positivos que reverteram, em parte, as péssimas vendas de maio. As 3.861 unidades vendidas representam um aumento de 13,2%, mas ainda são inferiores aos números apresentados em abril.

Já os americanos da Harley-Davidson estão sorrindo com suas cifras positivas e constantes. Apesar de registrarem poucas vendas (em média 500 por mês), junho já representa 61,5% de crescimento em relação ao primeiro mês deste ano. Foram 622 unidades vendidas para 385 em janeiro.

A Iron 883 segue como a única moto com vendas crescentes no Brasil. E no mês de junho os números dispararam, quase dobraram. Passaram de 78 para 149 unidades vendidas, um aumento de impressionantes 91%.

As grandes marcas são quem estão sofrendo mais com a crise do financiamento dos bancos. A Yamaha registrou o pior mês do ano, com uma redução de 12.481 unidades em relação a maio. A Honda, a gigante japonesa no Brasil, também foi mal e tropeçou nas vendas. Junho foi o segundo pior mês do ano, com 10.839 motos vendidas a menos que no mês anterior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


+ 4 = sete