ROSSI É QUINTO EM LE MANS E MARCA IMPORTANTES PONTOS PARA O CAMPEONATO

0
1273

Com o resultado no GP da França, o piloto da Yamaha fica a 23 pontos da liderança.

Valentino Rossi, piloto da Equipe Monster Energy de MotoGP, esteve perto do pódio da etapa disputada no dia 19 de maio, no circuito de Le Mans. Já seu companheiro de equipe, Maverick Viñales, sofreu uma queda que o obrigando a se retirar da corrida.

Depois de conquistar a quinta colocação no grid, Rossi teve um bom inicio de prova. Ele não só manteve sua posição, como conseguiu – antes do final da primeira volta – o quarto lugar.

Enquanto perseguia o compatriota Andrea Dovizioso na busca por mais uma posição, uma lacuna começou a se formar entre ele e os dois pilotos que seguiam na frente. Com a disputa pela ponta, essa diferença passou a não existir mais e um novo pelotão dianteiro se formou a 20 voltas do fim da prova.

Apesar de seus esforços, Rossi não foi capaz de contar os avanços de Danilo Petrucci, perdendo a posição. Embora tenha esboçado ultrapassagens para recuperar a quarta colocação, o piloto da Yamaha acabou terminado a corrida em quinto, a 3.053s do primeiro.

Para Viñales, faltou sorte em Le Mans. O espanhol largou na 11ª colocação e caiu para 14º lugar após a primeira volta. Quando ganhou ritmo, entrou num embate com Álex Rins e logo após, a 21 voltas do fim, quando era o 12º,  sofreu um incidente de corrida que o tirou da competição. O piloto da Yamaha escapou dos ferimentos, mas não conseguiu marcar nenhum ponto.

Com os resultados da quinta etapa do Mundial de MotoGP, Rossi se manteve na quarta posição na classificação do campeonato, com uma diferença de 23 pontos para o primeiro lugar. O infeliz resultado de 0 pontos de Viñales o leva para décimo no ranking, com uma margem de 65 pontos da liderança. A Yamaha subiu para terceiro na tabela de construtores, enquanto a Monster Energy Yamaha MotoGP caiu para terceiro na classificação entre as equipes.

SOBRE A YAMAHA MOTOR DO BRASIL

A marca dos três diapasões – menção ao conhecido escudo com três diapasões sobrepostos, se estabeleceu no Brasil em 1970 com a Yamaha Motor do Brasil Ltda. Foi a primeira fabricante de motocicletas a se instalar efetivamente no País. Já em outubro de 1974 passou a produzir em Guarulhos, São Paulo, o primeiro modelo nacional, a Yamaha RD 50. Em 1985 se estabelece em Manaus, Amazonas com uma segunda unidade fabril, a Yamaha Motor da Amazônia Ltda. Hoje são 15 modelos de motocicletas fabricados no Brasil, 8 modelos WaveRunner (veículos aquáticos), 32 modelos de motores de popa e uma Rede com mais de 360 concessionárias e pontos de venda autorizados e capacitados no atendimento e serviços com qualidade. O Grupo Yamaha Motor no Brasil exporta para países como Estados Unidos, Canadá, Japão, Oceania e também para o Mercosul e Europa.

Para mais informações, acesse:

www.yamaha-motor.com.br
Facebook: www.facebook.com/yamahamotorbrasil
Instagram: Instagram/yamahabrasil

Laner Azevedo
Assessor de Imprensa Yamaha
Fotos: Yamaha Racing

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


− 2 = três