Revelada Yamaha MT-125

12
1507

Yamaha MT-125 foi apresentada na Europa. Com o visual das grandes nakeds, a moto de 125 cc  demonstra iniciativa de radicalizar no mercado de motos para uso urbano.

2014-yamaha-mt125-eu-anodiz

Foto Divulgação

Revelada Yamaha MT-125

Semelhante as grandes nakeds Yamaha MT-09 e MT-07, a Yamaha MT-125 foi apresentada na Europa. A expectativa é revitalizar o setor de motocicletas de uso urbano com uma moto que ofereça grande prazer ao condutor. Uma motocicleta com o aspecto radical, formas agressivas, porém feita para circular no meio urbano.

yamaha-mt-125-2014_19

O motor da Yamaha MT-125 é monocilíndrico, com 125 cc, atinge a potência de 15 cv a 9000 rpm  torque de 125 kgfm a 8000 rpm. Com injeção eletrônica, refrigeração líquida, a moto herda a base da YZF-R125.  A moto assume forma desportiva, até mesmo na ergonomia do piloto.

A moto possui freios a disco e na roda dianteira, conta com pinça radial. A suspensão dianteira é invertida com 41 mm de diâmetro, a traseira conta com um amortecedor, o que a torna mais próxima das motos de classe superior.

Nada foi dito sobre a Yamaha MT-125 vir para o Brasil, então, estamos atentos às informações disponibilizadas pela Yamaha.  Confira as fotos do modelo.

Yamaha MT-125 – Fotos

yamaha-mt-125-2014_20

yamaha-mt-125-2014_3

nuova_yamaha_mt_125_13484

2014-yamaha-mt125-eu-anodiz_1

Yamaha MT-125 – Vídeo

Confira vídeo dessa 125 cc  com aspecto radical.

>>Conheça a nossa loja de motos

12 COMENTÁRIOS

  1. Olhando o grafismo desta moto fiquei impressionado com a angulação, coloca no bolso vários modelos de maior cilindrada que ela, ex:Hornet e XJ6! parabéns yama!

  2. Linda moto!! pena que nao vem pro brasil,sou yamaheiro desde criancinha,os caras sao feras no design,e so ver as serie especias e comparar as concorrentes,,parabens yamaha!!

  3. Conversei com um vendedor da yamaha aqui em Curitiba e ele disse que dificilmente essa moto vem pro Brasil. Uma pena, pois a Yamaha erra nas suas estratégias enquanto a Honda inunda o mercado com vários modelos.

  4. seria uma pena se essa 125 vir para o brasil custando 20 mil reais e sem suspenção upside down sem balança esportiva =/ por que os compradores brasileiros não sabem o que e isto !

  5. Ainda espero uma mudança na Fazer 250 para deixá-la mais parecida com a fazer 150, que pra mim tem um visual mais “anguloso”. ou então uma MT dessas só que 250 =D

  6. O lucro com utilitárias 125cc e 150cc é muito alto, pois são feitas em larga escala, e com produtos de baixa tecnologia se comparado ao padrão europeu. Alguem já ouviu falar em Shadow 150? FZ-16? CBR 150? YZF R125 com suspensão esportiva e tudo mais? Quem quiser tem que importar por conta própria e pagar quase o valor de uma XJ6.

  7. Nosso mercado é uma mina de ouro para os fabricantes. Dizem que a culpa dos impostos, e é em parte, mas isso é um pretexto pra “enfiar a faca”! Se essa moto viesse para o Brasil, seria mais cara que a Fazer 250.

  8. Não consigo entender porque somos considerados tão inferiores pelas fabricantes.
    Acabei de visitar o site da Yamaha na Inglaterra e os dois modelos de 125CC (há outros obviamente) estão lá no catálogo: a YBR125 e a MT-125.
    Aposto que, se questionada a possibilidade de lançamento no Brasil, a Yamaha responderá que não há espaço para os dois modelos conviverem juntos.
    É uma total falta de consideração.

    Na categoria das “Roadster” estão lá e convivendo juntas as FZ1, FZ8, XJ6, MT-09, MT-07.
    As Sport Touring vem com o time completo de FJR1300 (três modelos), XJ6 Diversion, Fazer8, FZ1 Fazer.

    Tem moto prá todo gosto e bolso.
    Só no Brasil é que a Yamaha é parada assim?
    Qual seria o motivo? Custo Brasil? Ah para né!!! Esse discurso já não convence mais ninguém. Tanto que outras marcas, principalmente as europeias, estão nadando de braçada em segmentos específicos…
    Honda e Yamaha só querem vender CG(125, 150 e 300) e YBRs…
    Lamentável…

  9. Não acredito que venha para cá devido ao recente lançamento da Fazer 150. O interessante mesmo seria uma linha 400 ou 500cc pra bater de frente com a Honda entre as intermediárias, ou mesmo a tão aguardada esportiva 250/300 cc com a carinha da R1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


oito − = 6