Radar-pistola começará a ser testado em São Paulo

2
224

Foto: Apu Gomes/Folhapress

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) irá ficar na cola dos velocistas do trânsito.  A autarquia irá instalar seis novos radares em formato de pistola nos pontos com maior incidência de acidentes nas rodovias de São Paulo. Eles já começarão a funcionar nesta segunda-feira (19). A CET anunciou que neste primeiro momento os radares terão fim apenas educativo e os pilotos apressadinhos serão somente advertidos. Mas isso será por um curto período de tempo. Logo em seguida as multas começarão a ser aplicas. A intenção da CET é que com essa ação se diminua o número de acidentes envolvendo principalmente motocicletas. Para isso, serão utilizados 150 agentes de trânsito, que irão monitorar 65 locais.

Já para a última semana do mês de março, a CET promete que entrarão em funcionamento outros 25 radares.

O equipamento funciona da seguinte forma: o agente direciona a pistola para a traseira da moto e ela capta a velocidade e o número da placa. E para lidar corretamente com o radar, a CET já treinou mais de 50 agentes, e futuramente outros 100 aprenderão os conceitos técnicos sobre a funcionalidade do equipamento.

2 COMENTÁRIOS

  1. Vi 2 hoje, bem em cima da saida do tunel da nove de julho sentido zona sul, só vi porque estava no outro sentido. O problema é que eles vao se esconder para aplicar essas multas, concordo que vai causar acidentes porque os motoristas só diminuem perto dos radares, enquanto os motociclistas estarão sujeitos a levar multa em qualquer lugar.

  2. Agora sim, os motociclistas vão virar alvo fácil dos bandidos que roubam motos nas marginais.

    Mas só resólvem o problema que dá dinheiro para os bolsos dos nossos queridos governantes.

    Coloca polícia AGINDO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


8 × = dezesseis