Pesquisa vai identificar as principais causas de acidentes com motos

4
656

Foto: blogmail.com

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas e Bicicletas (Abraciclo), a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e o Hospital das Clínicas (HC) vão fazer uma parceria para mapear os acidentes envolvendo motocicletas que ocorrem na cidade de São Paulo. A ideia é fazer uma pesquisa que sirva como base para outras cidades com a finalidade de reduzir o número de acidentes.

A pesquisa também vai observar como funciona o processo de habilitação do motociclista, se existe má-formação do condutor, treinamento inadequado e ausência de informações sobre manutenção. Tudo isso antes do futuro pilotar retirar a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A frota de motocicletas na cidade de São Paulo quadruplicou nos últimos anos, atingindo 18,5 milhões de veículos. Com um número maior de motos nas ruas, é necessário exige mair atenção dos condutores, inclusive dos mais experientes acostumados com as vias congestionadas de São Paulo.

4 COMENTÁRIOS

  1. ótimo. nada como uma pesquisa com metodologia sólida para se obter os fatos frios e verdadeiros, e com isso, ter a base para se melhorar uma situação.
    parabéns a todos os envolvidos.

  2. Em pesquisa recente foi verificado que a grande maioria dos acidentes sao com motociclista de fim de semana,os que trabalham e estao no transito todo dia sao os que menos se acidentam.Moto e pratica,qto mais vc anda mais aprende,vc consegue ver com antecedencia e sair fora,coisa que recem habilitado nao consegue.talvez se as aulas fossem mais serias e o motociclista mais preparados durante o curso nao aconteceria tanto acidente.O que a gente ve e o cara ir na motoescola e colocar o indicador na enrada e saida e pagar mesmo sem ter realmente a aula…como diria o casoy,isto e uma vergonha!!!

  3. Acidentes acontecem, o problema e que tem muito irresponsavel que anda como louco e quando cai (e nao morre) sai por ai dizendo e dando entrevista que moto e perigoso que ficou assim pq andava de mto, mas nao fala como estava andando. vejo muitos por ai que andam com seguranca, nao acho q e problema de formacao mas sim de carater.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


sete − = 4