Mundial de Motocross – GP dos Estados Unidos

0
343
Foto: Divulgação/FIM

MX1

Clement DeSalle pôs as mãos na placa vermelha de líder do campeonato na categoria principal do Mundial de Motocross, a MX1,  graças à vitória em Glen Helen Raceway, na Califórnia.  O belga da Suzuki  teve um excelente fim de semana nos Estados Unidos, obtendo a  pole no sábado e vencendo as duas baterias no domingo. Max Nagl da KTM mostrou consistência  e foi o segundo , com o piloto russo Evgeny Bobryshev, ofical  Honda, em terceiro lugar na geral e primeiro  pódio de Grand Prix da  carreira profissional.
Kevin Strijbos da  equipe Suzuki fechou o GP em  uma sólida posição, o quarto lugar, após seu resultado 4-5. nas duas baterias, e ele perdeu o pódio por apenas um ponto.  O atual campeão da  MX1, Antonio Cairoli, oficial KTM,  completou os cinco primeiros em Glen Helen. O italiano foi o segundo na primeira bateria, mas ele não foi tão feliz na segunda, pois se nevolveu em um acidente com Steven Frossard no início da corrida. O italiano é agora terceiro no campeonato, 24 pontos atrás do líder Clement DeSalle.

O campeão de 2008 David  Philippaerts, da Yamaha,  não largou bem em ambas as baterias, principalmente na segunda, onde ele fechou a 1a volta na 15ª posição. Philippaerts terminou em  sexto e agora está em quinto na classificação.

Rui Gonçalves sofreu alguns problemas de estômago neste fim de semana e ele não estava  100%. No entanto, após sua 12 ª posição na primeira bateria, Gonçalves conseguiu um sólido quarto lugar na corrida  final, atrás de seu companheiro de equipe Evgeny Bobryshev.

O espanhol  Jonathan Barragán, da Kawasaki,  também não estava me sentindo muito bem neste fim de semana devido a alguns problemas de asma, e terminou em 8º. O francês  Anthony Boissiere  fez uma excelente corrida, largando na ponta n 1ª bateria e terminando em sétimo. No entanto, Boissiere não teve um bom começo na segunda prova  e acabou em  12º.

Christian Craig, da Honda, foi o melhor piloto dos EUA na classe MX1 depois de terminar o décimo geral.

MX1 – 1a bateria: top 10 – 1. Clement DeSalle (BEL, Suzuki), 41:30.376; 2. Antonio Cairoli (ITA, KTM), +0:02.908; 3. Maximilian Nagl (GER, KTM), +0:45.473; 4. Kevin Strijbos (BEL, Suzuki), +0:51.224; 5. David Philippaerts (ITA, Yamaha), +0:57.603; 6. Evgeny Bobryshev (RUS, Honda), +1:03.102; 7. Anthony Boissiere (FRA, Yamaha), +1:20.482; 8. Christian Craig (EUA, Honda), +1:21.415; 9. Jonathan Barragan (ESP, Kawasaki), +1:36.743; 10. Steven Frossard (FRA, Yamaha), +1:48.422;

MX1  2a bateria: top 10 – 1. Clement DeSalle (BEL, Suzuki), 43:24.372; 2. Maximilian Nagl (GER, KTM), +0:01.561; 3. Evgeny Bobryshev (RUS, Honda), +0:11.515; 4. Rui Gonçalves (POR, Honda), +0:12.887; 5. Kevin Strijbos (BEL, Suzuki), +0:20.108; 6. Shaun Simpson (GBR, Honda), +0:30.121; 7. Steve Ramon (BEL, Suzuki), +0:34.060; 8. Jonathan Barragan (ESP, Kawasaki), +0:35.550; 9. David Philippaerts (ITA, Yamaha), +0:52.794; 10. Xavier Boog (FRA, Kawasaki), +0:56.262;

MX1 dez primeiros do Campeonato: 1. Clemente DeSalle (BEL, Suzuki), 128 pontos 2. Maximilian Nagl (GER, KTM), 122 p. 3. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 104 p., 4. Steven Frossard (FRA, Yamaha), 96 p.; 5.David Philippaerts (ITA, Yamaha), 91 p.; 6. Rui Gonçalves (POR, Honda), 89 p.; 7. Evgeny Bobryshev (RUS, Honda), 87 p.; 8. Jonathan Barragan (ESP, Kawasaki), 78 p.; 9. Kevin Strijbos (BEL, Suzuki), 68 p., 10. Davide Guarneri (ITA, Kawasaki), 58 p.;

Fabricantes MX1: 1. KTM, 129 pontos 2. Suzuki, 128 p. 3. Yamaha, 117 p., 4. Honda, 99 p.; 5.Kawasaki, 81 p.; 6. TM, 48 p.;

Foto: Divulgação/Youthstream

MX2

Ken Roczen obteve sua segunda vitória geral da temporada e agora  está liderando o campeonato com 14 pontos de vantagem sobre seu companheiro de equipe KTM, o holandês  Jeffrey Herlings. Roczen feriu dois dedos da mão esquerda durante a corrida de qualificação de sábado, mas isso não foi problema para o alemão  dominar o Grand Prix.

Seu companheiro de equipe Jeffrey Herlings esteve muito próximo de Ken Roczen em ambas as baterias, mas ainda está faltando um pouco de velocidade para ele. O vencedor do GP holandês confessou que precisa treinar duro para ser capaz de bater o seu companheiro Ken Roczen.

A terceira posição geral foi para Tommy  Searle, da Kawasaki, que terminou empatado em pontos com seu companheiro de equipe Max Anstie. Searle caiu na primeira volta da primeira bateria e então ele cometeu um erro ao lidar com o tear off (sobreviseira) teve que tirar seus óculos. Ele ficou muito desapontado com a sua quinta posição na primeira corrida, mas  conseguiu ser o terceiro na segunda e terminou no pódio.  Seu companheiro de equipe Max Anstie terminou em terceiro lugar na primeira corrida, após o início da 20 ª posição, mas um erro durante as últimas voltas da segunda corrida, quando estava em quarto lugar, o fez perder a terceira posição geral e ele terminou em quarto.  No entanto, Anstie provou sua competitividade para os três primeiros lugares e  está determinado para a corrida do GP  Brasil.

O piloto local  Zachary  Osborne, da Yamaha,  completou os cinco primeiros da classe MX2.

Foto: Zanzini/Nikon/VIPCOMM

Com problemas no pulso, o brasileiro Swian Zanoni terminou  fora da zona de pontuação

O piloto da Equipe Honda Mobil, Swian Zanoni, superou as dores no pulso direito e terminou na 23ª colocação a segunda bateria da MX2 da terceira etapa do Campeonato Mundial de Motocross. A competição foi realizada neste domingo (15), na pista de Glen Helen, no estado da Califórnia (EUA). Esta foi a segunda prova disputada pelo brasileiro que integra o Projeto Internacional Honda Racing Brazil.

Na primeira bateria, apesar de perder duas posições na volta inicial, Swian se recuperou na segunda e conseguiu se manter em 26º. Mesmo incomodado com a dor, o brasileiro se manteve na corrida e fechou o circuito em 28º. “A pista estava um pouco pesada, choveu durante o dia e isso complicou um pouco a corrida. Também senti dor no pulso, o que dificultou a minha volta e prejudicou um pouco o desempenho”, diz Swian.

MX2 Corrida 1 dez primeiros: 1. Ken Roczen (GER, KTM), 43:17.168 2. Jeffrey Herlings (NED, KTM), +0:13.326; 3. Max Anstie (GBR, Kawasaki), +0:48.382; 4. Kullas Harri (FIN, Yamaha), +1:01.455; 5. Tommy Searle (GBR, Kawasaki), +1:07.684; 6. Gautier Paulin (FRA, Yamaha), +1:10.785; 7. Arnaud Tonus (SUI, Yamaha), +1:52.840; 8. Christophe Charlier (FRA, Yamaha), +1:56.851; 9. Zachary (EUA, Yamaha) Osborne, +2:16.194; 10. Travis Baker (EUA, Honda), +2:27.808;

MX2 Corrida 2 dez primeiros: 1. Ken Roczen (GER, KTM), 42:56.413 2. Jeffrey Herlings (NED, KTM), +0:36.739; 3. Tommy Searle (GBR, Kawasaki), +1:01.005; 4. Zachary (EUA, Yamaha) Osborne, +1:22.834; 5. Max Anstie (GBR, Kawasaki), +1:27.540; 6. Marvin Musquin (FRA, KTM), +1:40.946; 7. Nicolas Aubin (FRA, KTM), +2:07.188; 8. Christophe Charlier (FRA, Yamaha), +2:12.593; 9. Joel Roelants (BEL, KTM), +2:13.327; 10. Jordi Tixier (FRA, KTM), +2:29.423;

Campeonato MX2 dez primeiros: 1. Ken Roczen (GER, KTM), 144 pontos 2. Jeffrey Herlings (NED, KTM), 130 p. 3. Tommy Searle (GBR, Kawasaki), 120 p., 4. Zachary (EUA, Yamaha) Osborne, 90 p.; 5. Max Anstie (GBR, Kawasaki), 87 p.; 6. Arnaud Tonus (SUI, Yamaha), 81 p.; 7. Gautier Paulin (FRA, Yamaha), 80 p.; 8. Kullas Harri (FIN, Yamaha), 74 p.; 9. Joel Roelants (BEL, KTM), 67 p., 10.Christophe Charlier (FRA, Yamaha), 62 p.;

Fabricantes MX2: 1. KTM, a 150 pontos, 2. Kawasaki, 124 p. 3. Yamaha, 110 p., 4. Honda, 37 p.; 5. Husqvarna, 27 p.; 6. Suzuki, p. 6, 7. TM, 1 p.;

Fonte: FIM e VIPCOMM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


× um = 3