Mulher piloto de moto: conheça Samara Andrade

1
1379
Mulher piloto de moto: conheça Samara Andrade
Samara gosta de acelerar e nas pistas se encontrou

Samara Andrade é uma jovem de 24 anos que está estreando, com muito sucesso, nas corridas de moto. Samara conquistou o 3º lugar na última etapa da Copa Kawasaki Ninja 250R Light, realizada no dia 20 de outubro, em Brasília (DF). Além de ser uma das poucas representantes do sexo feminino que se arriscam a correr de moto, Samara é uma estreante em competições: foi a segunda vez que correu.

mulher-piloto-de-moto
Samara chegou em 3º lugar em sua segunda corrida

Fotos: Arquivo Pessoal

Mulher piloto de moto: conheça Samara Andrade

Apesar  dos sinais de que a garota tem total domínio e é um super talento, Samara reconhece que tem muito para aprender: “Ainda preciso aprimorar a parte técnica. Ouço muito as explicações, as dicas, as sugestões do  meu treinador e de outros pilotos mais experientes”. Mas ela confessa que os companheiros realmente entendem a palavra “competição”: “Ninguém facilita porque sou mulher! A disputa é acirrada!”.

Mas a jovem não se intimida com a pressão do sexo masculino e tem como ídolo um homem forte, o piloto Jorge Lorenzo. “Acho que somos parecidos. Assim como ele, eu não gosto de errar. Fico irritada!”, confessa. Para não errar, Samara tem se dedicado muito aos treinos e conta com o apoio da família, que a incentivou a deixar a velocidade nas ruas e a praticá-la no lugar correto.

mulher-piloto-de-moto-samara-andrade-1
Samara gosta de acelerar e nas pistas se encontrou

“Meus pais incentivaram muito a correr. Primeiro fui fazer um Trek Day e desde então, não sai mais das pistas. Nunca planejei virar piloto de corrida, parecia algo muito distante, mas agora tenho certeza de que é isso que quero fazer”, conta.

A mãe, Maria Helena Mertensen Andrade, diz que o incentivo veio principalmente porque Samara gosta muito de velocidade. “Uma vez ela foi daqui (Jundiaí, cidade do interior de SP, onde a família reside) até o Rio de Janeiro em apenas 3h30. Ficamos preocupados porque ela corre mesmo, então, aconselhamos ela a correr onde é permitido, onde ela pode tirar maior proveito da velocidade”.

Apesar da preocupação da mãe, Samara diz que foi exatamente sua mãe que a inspirou a gostar tanto de motos. “Via minha mãe pilotando e achava muito legal. Logo que pude, quis uma moto também”. A paixão pelas duas rodas que os pais têm, contagiou as duas filhas e a família toda se divertia andando de moto. Divertia, assim mesmo no passado, porque agora Samara leva a sério o que era brincadeira e até fez a irmã perder a moto que tinha. “Ela foi para os Estados Unidos e eu estou usando a Ninjinha dela para correr”, explica, se referindo carinhosamente à moto Kawasaki Ninja 250 que é sua parceira nas corridas.

mulher-piloto-de-moto-samara-andrade-1
A Ninja 250 da sua irmã passou a ser a parceira de Samara nas pistas

“Tivemos que aprender muita coisa sozinhas, inclusive a mexer na moto”, conta a mãe de Samara, que acompanha a filha sempre e em tudo, inclusive nos momentos em que é necessário esquecer que mulher é sexo frágil e mexer na moto. “A gente nota que os homens se espantam quando vêem que é uma mulher pilotando, uma mulher mexendo na moto, mas eu não me intimido”, conta Samara, que é apoiada pela mãe: “Nem sempre se vê mulher pilotando, ainda mais moto de maior cilindrada. Mas a mulher é muito dedicada e quando vai fazer algo, se sai muito bem”, completa Maria Helena, que possui uma Suzuki Bandit 1250 e tirou habilitação de motocicleta antes mesmo de tirar a de carro.

Agora Samara se prepara para a próxima corrida, que acontece neste domingo, dia 10, em Cascavel no Paraná. Na torcida, seus amigos, pais e o filho, Nicolas, que tem pouco mais de um ano e já acompanha, e gosta, da carreira da mãe. “Ele fica observando as motos passarem e fica tranquilo, até dorme nos boxes, mesmo com as motos ligadas”, conta Samara. Será que DNA da família tem o gosto pelas duas rodas?

Mulher piloto de moto: conheça Samara Andrade
Nicolas, filho de Samara, parece apoiar a carreira da mãe

Enquanto Nicolas não pode pilotar, Samara brinca com a velocidade e com seu brinquedo preferido: as motos!

Veja vídeo da corrida de Samara em Brasília:

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


1 × sete =