Polícia: nova tática reduz crimes e acidentes

6
1456
moto na polícia 01

Polícia: nova tática de patrulhamento reduz acidentes e crimes nas rodovias. A Polícia Rodoviária Federal de quatro estados e do Distrito Federal aderiram o uso de motocicletas para patrulhar as rodovias e abordar os motoristas mais rapidamente.

polícia 02

Fotos: Divulgação

Polícia: nova tática reduz crimes e acidentes

As motos da Polícia Rodoviária são usadas principalmente para alcançar motoristas que cometem uma das principais infrações, que é a ultrapassagem em local proibido. Ao ver esta situação, os policiais já saem de moto atrás do infrator e em pouco tempo conseguem parar o veículo.

Além disso, as motos da Polícia ajudam a perseguir assaltantes que aproveitam do grande movimento, e do congestionamento, para roubar as pessoas em seus carros. As motocicletas permitem mais agilidade porque os policiais não ficam mais travados em suas viaturas por não conseguirem se livrar do trânsito.

polícia

Com a abordagem mais rápida dos motoristas os acidentes são evitados e a fuga dos assaltantes é interceptada. A primeira grande ação aconteceu durante o feriado da Semana Santa e continuará nos locais que apresentam maior número de ocorrências.  A novidade está sendo usada pelas Polícias Rodoviárias dos Estados de Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Pará, além do Distrito Federal.

 

6 COMENTÁRIOS

    • As Harleys são usadas em todo o Brasil, mas para acompanhamentos (batedores, interdição de tráfego, etc.) , porque são boas para longos percursos e velocidades baixas. As motos novas estão começando a ser usadas para acompanhamento tático e abordagem, aí sim, pela velocidade e versatilidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


um + 8 =