Motos da Ducati também serão montadas pela Dafra, em Manaus.

6
1527

O sonho de muito entusiasta está prestes a se realizar. É quase certo que motos da Ducati já estão recebendo uma etiqueta “Feita no Brasil”.

Depois de um “tour” de diretores da Ducati visitando as instalações de potenciais parceiros em Manaus alguns meses atrás (eles estiveram na Dafra, Sundown, Iros e Garinni), fontes confiáveis indicam que, assim como a BMW e MV Agusta, a marca italiana já definiu que montará suas motos em parceria com a Dafra, na Zona Franca da capital amazonense.

Três motos da marca italiana — ainda não sabemos quais eram os modelos — foram vistas nas instalações da marca brasileira. Seriam os primeiros protótipos montados por lá? O trabalho conjunto entre os italianos da Ducati e brasileiros da Dafra já está bem avançado, e faltam definir alguns detalhes para anunciar oficialmente a parceria.

Gabriele Del Torchio, CEO da Ducati

Hoje, os direitos de comercialização da Ducati no Brasil pertecem ao Grupo Izzo, que possui 8 concessionárias e oferece a linha completa da marca (Monster, Multistrada, Streetfighter, Hypermotard, Superbike e Diavel). Não se sabe ao certo quando o contrato entre as partes termina, entretanto, informações também confiáveis indicam que o acordo terminaria em cerca de dois anos e não seria renovado. Assim, a Ducati assumiria oficialmente sua operação no Brasil, mais ou menos como aconteceu recentemente com a Harley-Davidson.

Que a Ducati buscava um parceiro em Manaus não é novidade. Em junho de 2010, a superintendente da Zona Franca de Manaus, Flávia Grosso, assinou um protocolo de intenções com o governo italiano que abriu o caminho para maiores investimentos do setor de motos na capital do Amazonas. Na ocasião da assinatura, um dos integrantes da comitiva italiana era Masimo Casini, representante da Associação Italiana de Ciclo, Motociclo e Acessórios (ANCMA), que disse: “Estamos em fase avançada de negociações para que a Ducati possa se instalar em Manaus”. Em maior deste ano, em visita ao Brasil, o CEO da Ducati Gabriele Del Torchio, também confirmou que a marca montará suas motos na capital do Amazonas.

Vamos aguardar. É uma excelente notícia saber que, em pouco tempo, teremos por aqui as fantásticas máquinas italianas a um preço ainda mais competitivo. A expectativa é grande!

6 COMENTÁRIOS

  1. A Monster já apresenta um preço interessante mesmo sendo vendida pelo Grupo (R)Izzo. Será que conseguiremos comprar Monster por 28 mil daqui a 2 anos ?

  2. Seria maravilhoso mesmo, se os preços fossem igual ao que custa no exterior! Moro no Japão e a diferença de preços é uma piada! E mesmo sendo fabricadas aqui são mais caras que nos EUA, agora imaginem que com o preço de uma zx10r ai no Brasil, daria para comprar 2 aqui! Infelizmente uma grande vergonha do nosso governo! E as montadoras, claro, aproveitam! Isso só vai melhorar quando o Brasileiro parar de ser bobo!

  3. BMW,MV Agusta e agora Ducati, isto tudo acontecendo em nosso mercado,tudo seria ótimo e lindo, se não fosse a “crise Mundial”.Só assim nos viram, e passamos a ser a “Bola da vez”. De qualquer forma,com crise ou sem crise, vamos aprovitar o momento,que é incrível!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


8 × = dezesseis