MotoGP 2016 estreia com Lorenzo vitorioso no Qatar

0
268

O Campeonato Mundial de Motovelocidade iniciou com a força de Lorenzo, que já vinha se demonstrando nos testes. A equipe da Ducati demonstrou força com sua Desmosedici GP, com atuação forte de Andrea Dovizioso, que manteve o segundo lugar.

Captura de Tela 2016-03-21 às 10.21.38Fotos Divulgação

honda

MotoGP 2016 estreia com Lorenzo vitorioso no Qatar

A liderança na Grid veio das conquistas de Jorge Lorenzo durante os testes em Losail Qatar, demonstrando empenho do piloto espanhol que conquistou a pole position nos primórdios desse Mundial. Os pneus Michelin, novidades técnicas nas motos demonstraram o potencial de uma nova era para o Mundial de Motovelocidade. Após Lorenzo,  estava Marc Márquez  com a moto da Honda preparada para uma competição mais selvagem. Atrás, o jovem piloto Maverick Viñales da Team Suzuki Ecstar, também brilhante nos testes, sendo uma aposta promissora da Suzuki retornar aos pódios, dos quais a equipe esteve distante desde 2008. Valentino Rossi, o The Doctor, largou em quinto na grelha e tudo apontava para um combate impressionante para uma estréia.

99-lorenzo_lg4_9161_0.big
Lorenzo foi líder nos testes e largou em primeiro na grelha

Luzes apagadas, os pilotos largaram. Na primeira curva, Jorge Lorenzo vem rugindo em sua liderança, perseguido por Andrea Iannone (Ducati Team) e Dani Pedrosa (Repsol Honda Team). Um início ruim para Márquez que logo se via atrás dos cinco primeiros. Após isso Lorenzo liderou seguido de Iannone e Andrea Dovizioso, da Ducati Team. A Equipe da Ducati demonstrava o poder da Desmosedici GP  com suas estrelas, o que vinha se mostrando desde as batalhas do MotoGP 2015.  Rossi nesse momento ocupava o quarto lugar.

Iannone e Dovizioso chegaram a ultrapassar Lorenzo na reta. Atrás de Lorenzo, vinha Valentino Rossi perseguido por Marc Márquez. Desde então, Andrea Iannone liderou toda a linha, seguido por Dovizioso. Os pilotos da Ducati assim angariaram décimos de segundo sobre os pilotos da Yamaha nesse momento. Dani Pedrosa nesse tempo estavam em sexto lugar, com Viñales agora em sétimo. Na Curva 6, Rossi foi ultrapassado por Marc Márquez.

Dovizioso tentou tomar a frente, mas viu se empurrado para trás do seu companheiro de equipe, Iannone. Dovizioso persistiu. Iannone tentou defender-se, mas veio sofrer uma queda na Curva 13. Embora não foi uma queda grave em danos, Andrea Iannone perdeu sua posição para não se recuperar mais. Após isso, foi Cal Crutchlow (LCR Honda) que teve uma queda da Curva 4, ficando fora da corrida.

Com a saída de Iannone, Dovizioso se viu perseguido por um forte Jorge Lorenzo. O piloto da Ducati Team durante a reta estava a 5 km/h mais forte que Lorenzo. Mas na nona volta Lorenzo conquista mais velocidade, o que o levou a assumir mais uma vez a liderança da corrida.

O combate entre Lorenzo e Dovizioso persistiu. Lorenzo trabalhou duro para manter vantagem. Lorenzo vence a corrida seguido de Dovizioso, no pódio pela Ducati Team. Márquez garante a terceira posição no pódio.  Rossi chega em quarto.

Esse foi o início do Mundial de Velocidade. A Ducati poderia ter se dado melhor se os companheiros de equipe agissem mais em parceria? O combate entre parceiros ressoa essa dúvida. Lorenzo é o primeiro a triunfar. The Doctor e Márquez terão uma participação mais forte? A primeira disputa traz perguntas que serão respondidas nas próximas competições, sendo o próximo combate em 3 de abril, na Argentina.

Captura de Tela 2016-03-21 às 10.20.01

>>Visite a nossa loja de motos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


− 6 = três