Venda de motocicletas registra baixa em janeiro

2
273
moto e mercado

A Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) divulgou dados que apontam para baixa em vendas e produção de motos no primeiro mês do ano. Janeiro registrou a produção de 127.209 unidades, 28,1% a menos que o mesmo período do ano passado, com 176.981 unidades produzidas.

moto e mercado

Foto: Divulgação

Venda de motocicletas registra baixa em janeiro

As vendas apresentaram queda de 27,6%, com 112.039 unidades vendidas no atacado neste ano contra 154.776 no ano passado. Os emplacamentos ficaram 11,1% abaixo do volume do mês de janeiro do ano passado, com 126.423 veículos este ano ante as 142.219 de 2012.

Em comparação com dezembro de 2012, período de férias coletivas das indústrias do setor, o mês de janeiro apresentou crescimento de 92% no volume de produção, passando de 66.226 para 127.209. As vendas no atacado também aumentaram, em 8%, passando de 103.312 unidades vendidas em dezembro para 112.039 unidades em janeiro.

Já os licenciamentos de janeiro comparados com dezembro tiveram queda de 8,4%. Em dezembro foram 137.996 veículos emplacados. O ano de 2013 já começou com uma marca 11,1% menor na média diária de emplacamento com 5.747 unidades contra 6.465.

Segundo o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, o segmento de motocicletas ainda não apresenta sinais de recuperação neste início do ano, mesmo com linhas de financiamento de bancos públicos.

“Para superar esta situação, precisaremos buscar novas alternativas de crédito, capazes de viabilizar o desejo de compra dos consumidores. Além disso, o setor está na expectativa da ampliação da oferta de crédito pelos principais bancos privados, pois as publicações recentes de seus balanços indicam uma estabilização dos índices de inadimplência”, analisa.

As exportações de motocicletas também apresentaram queda de 15,8% neste ano em comparação com o mesmo período do ano passado, com 5.687 em 2013 contra 6.758 em 2012.

As motos de 51 a 150 cilindradas são as mais vendidas no mês com 98.762, representando 88,1%, seguida pelas de 151 a 450 cilindradas, com 7.120 unidades, correspondendo a 6,4%. Já as com cilindradas menor que 50, foram 3.164, o que equivale a 2,8%. E as motos com cilindrada acima de 450, representam 2,7%, com 2.993.

2 COMENTÁRIOS

  1. Baixei a tabela da Abraciclo..e…

    A Falcon vendeu 2 unidades…kkkkkkkkkkkkk [2013]

    O consumidor brasileiro é bobo mas não é louco.
    O povo está acordando? Deus ajude que sim.

    Sabemos que o imposto é uma facada, mas os lucros idem.

  2. Com os preços exorbitantes que as motos estão, não me admira esta queda rsrs, tomara que
    caia cada vez mais, lixo de pais, vender uma moto de 300cc a 19,000,00 (Kawazaki)
    e uma moto capada de 400 que é pior ainda que a 300 por 19,000,00 que mencionei (Honda).
    Tomara que piore, quem sabe eles se mancam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


+ 1 = sete