Kawasaki Ninja ZX10R é eleita como melhor negócio 2011

0
2078
Foto: divulgação Kawasaki

A Revista Motociclismo Magazine realizou a 6ª edição da escolha do Melhor Negócio 2011, considerando todas as opções disponíveis no mercado brasileiro em cada segmento. Na época da avaliação, mesmo tendo sido avaliada sem os freios ABS exclusivo da marca, hoje disponível em toda a rede de concessionárias, a Kawasaki Ninja ZX-10R levou o primeiro lugar na categoria Sport com motorização acima de 750 cm3. O modelo, recém lançado no Brasil, ganhou nas pontuações em itens como: menor desvalorização, melhor valor de seguro, preço sugerido e nota da redação. Além disso, o modelo garantiu o prêmio também por dispor de equipamentos eletrônicos que priorizam a segurança e alta performance, tais como o controle de tração e modo de potência, além de gerar 200,1 cv de potência.

A grande novidade para esse segundo semestre é que a Kawasaki Ninja ZX-10R agora é montada em solo nacional. Além disso, os fãs da superbike já podem adquiri-la equipada com freios ABS ao preço público sugerido de R$ 63.990,00 (não incluso valor de frete).

  • Preço: R$ 59.990,00 (preço sem a cobrança do frete)*
  • Desvalorização: 6,62%
  • Rede: 52 concessionárias autorizadas**
  • Nota da redação: 8,8
  • Garantia: 1 ano
  • Seguro: 22,8%***
  • Manutenção: R$ 2.272***

Detalhes

Os engenheiros da marca ousaram na nova versão e implementaram na Ninja ZX-10R o exclusivo sistema de freios ABS KIBS (Sistema de antitravamento inteligente de frenagem Kawasaki). O dispositivo utiliza diversos sensores que, além de fazer integração para o monitoramento de dados vindos das rodas dianteira e traseira, também monitora a pressão hidráulica da pinça frontal e a centralina de ignição, armazenando o máximo de informações possíveis – posição do acelerador, giro do motor, atuação da embreagem e posição de marchas. Isso viabiliza uma atuação precisa e eficaz na frenagem, minimizando os pulsos do ABS e reduzindo a perda de contato do pneu traseiro com o solo, garantindo maior performance e segurança.

Naturalmente, pelas altas velocidades atingidas e grande aceleração, a traseira dos modelos superesportivos tem a tendência de perder o contato com o chão durante uma frenagem mais forte. Monitorando a pressão hidráulica da pinça dianteira, o KIBS consegue regular o aumento da pressão, reduzindo consideravelmente o processo em que a roda perde contato com o solo.

A unidade do ABS é aproximadamente 45% menor (por volume) e 800 gramas mais leve que as atuais. O sistema acrescenta apenas 3 kg comparados aos modelos sem o ABS, o que contribuiu para que os engenheiros reduzissem em 10 kg o peso da Ninja ZX-10R 2011 em comparação a sua antecessora.  Para saber mais sobre esse e outros modelos, acesse: www.kawasakibrasil.com

*Preço público sugerido sem a cobrança do frente com base na Grande São Paulo e Grande Rio de Janeiro

**Número atualizado.

*** Dados fornecidos pela Revista Motociclismo Magazine.

 

Sobre a Kawasaki Motores do Brasil Ltda.: A Kawasaki Motores do Brasil Ltda (KMB) é uma subsidiária integral da Kawasaki Heavy Industries Ltd (KHI) sediada no Japão. Em operação no Brasil desde outubro de 2008, a marca atua na importação, produção e comercialização de motocicletas, através de uma base operacional em São Paulo e uma fábrica no Pólo Industrial de Manaus. A Kawasaki está ampliando a sua atuação no País com a abertura de concessionárias autorizadas nas principais cidades brasileiras. www.kawasakibrasil.com

Fonte: RAI/Robson Rodrigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


nove + = 10