Kawasaki lança Ninja 250 com ABS na Indonésia

14
1493

Fotos: KompasOtomotif

Grande notícia para o segmento das esportivas de pequeno porte. A Kawasaki correu atrás e lançou, nesta quarta-feira (1º), a nova Ninja 250. A principal modificação fica por conta do sistema de frenagem que agora é equipado com ABS (opcional). O item já estava presente na sua concorrente direta, a monocilíndrica da Honda, CBR 250 R. A apresentação mundial foi realizada pela Kawasaki Motor Indonésia e a expectativa agora é saber quando ela estará disponível no Brasil.

Assim como divulgado no portal G1, a marca japonesa optou por deixar de fora o antigo R (a letra remete à esportividade) que completava o nome. Ela também ganhou novos pistões e cilindros de alumínio fundido e a estrutura do motor ficou mais rígida.

A vibração da moto foi reduzida e uma nova tecnologia de gerenciamento de calor proporciona maior conforto na pilotagem. As suspensões foram revistas, com a adoção de novos amortecedores na dianteira. A moto ganhou ainda um novo pneu traseiro mais largo.

Conforme o site indonésio KompasOtomotif, a parte frontal da nova Ninja 250 tem aspecto agressivo e a carenagem é mais integrada com o sistema de iluminação. Já a traseira conta com um novo escapamento. A moto pode ser adquirida no mercado indonésio a partir de agosto pelo valor de 49,9 milhões de rúpias (aproximadamente R$ 10.820) e com o sistema ABS o valor fica em 56,9 milhões de rúpias (R$ 12.337).

14 COMENTÁRIOS

  1. Quando chegar a nova kawa 250 acredito que não saia por menos de R$19.000 a R$ 20.000 com abs, e com sistema de freio padrão por volta dos R$ 17.000. Aqui em terras tupiniquins, estrangeiros é que ditam o mercado. Para os gringos os brasileiros são retrogrados e acostumados com pouca tecnologia. Como é inovação, com certeza arrancam até a costura dos bolsos dos brasileiros.

    • Todo mundo sabe disso, porém, ninguém faz nada a respeito! Na França eles já teriam ateado fogo nas concessionárias, mas como eu disse, aqui ninguém faz nada, só existe vandalismo desnecessário, se for um técnico que não agrade uma torcida, sai até morte, eles quebram ônibus, sai na porrada com polia etc, etc… bando de índios!

  2. Para ser líder em VENDAS, só precisa de PREÇO COMPETITIVO.
    No restante é em tudo superior.
    As demais marcas devem aprender e apresentar motos mais sofisticadas e com preços competitivos.
    Yamaha está demorando apresentar sua 250cc, carenada; apesar de que em minha opinião a Yamaha deveria lançar uma 350 cc sofisticada e bem bonita; para deixar todas para traz.
    Ou todas as marcas deveriam reposicionar o preço das 250 cc e 300 cc para baixo e lançar novos modelos carenados com 350 cc a 450 cc, ia ser show.

  3. A nova KAWASAKI NINJA 250 cc está chegando da indonésia, já faz testes em São Paulo.
    Se tiver PREÇO COMPETITIVO, não vai ter pra ninguém; em tudo e superior.
    As demais marcas devem aprender e apresentar motos mais sofisticadas e com PREÇOS COMPETITIVOS.
    Yamaha está demorando apresentar sua 250cc, carenada; apesar de que; acho que a Yamaha deveria lançar uma 350 cc carenada, sofisticada e bem bonita; para deixar todas para traz; fã clube tem saudade da viúva negra, market garantido.
    Outra boa ideia seria todas as marcas reposicionarem o preço para baixo da linha 250cc e lançar novos modelos carenados com cilindrada entre 350cc e 450cc, ia ser show. Mais de 14 mil em uma 250cc e um roubo; essas motos deveriam estar entre 9mil e 12 mil e outra categoria entre 350cc a 450cc ai sim deveria custar entre 14mil e 16mil.

  4. incrível. parecem ter consertado todos os defeitos da ninjinha, pra calar a boca da cbr250.
    só falta a kawa do brasil tomar vergonha na cara e cobrar preços condizentes com a realidade nas peças da nijinha

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


6 × seis =