Kawasaki aumenta potência da Ninja ZX-10R 2019

Notícias

Mudanças no motor permitem superesportiva da marca japonesa alcançar até 204 cv de potência máxima; modelo deve vir ao Brasil só no ano que vem

Kawasaki Ninja ZX 10R 1 2018 Kawasaki aumenta potência da Ninja ZX 10R 2019

Kawasaki Ninja ZX-10R 2019 agora produz 203 cv de potência máxima a 13.500 giros

TEXTO: Arthur Caldeira / INFOMOTO
FOTOS: Divulgação

Kawasaki aumenta potência da Ninja ZX-10R 2019?

Mesmo com o tricampeonato no Mundial de Superbike (2015-16-17), a Kawasaki não se acomodou e decidiu atualizar a linha 2019 da Ninja ZX-10R. A fábrica japonesa fez algumas alterações no cabeçote e nas bielas para que o motor de quatro cilindros e 998 cm³ produzisse ainda mais potência: pode chegar a 204 cv a 13.500 rpm na versão RR, que foi feita para a pista e terá apenas 500 unidades produzidas em todo o mundo.

Kawasaki Ninja ZX 10R 2 2018 Kawasaki aumenta potência da Ninja ZX 10R 2019

Modelo base da Ninja ZX-10R 2019 manteve completo pacote eletrônico

Mas até mesmo o modelo base da Ninja, a ZX-10R, se beneficiou do novo comando de válvulas com acionamento por balancins, que ficou 20% mais leve. Na ZX-10R a potência passou de 200 cv para 203 cv também a 13.500 rpm. A versão SE, que traz suspensões eletrônicas, tem os mesmos números de desempenho.

Kawasaki Ninja ZX 10R 3 2018 Kawasaki aumenta potência da Ninja ZX 10R 2019

Kawasaki anuncia mudanças no motor da Ninja ZX-10R, mas manteve o design e a eletrônica

Na versão RR, que tem a configuração da moto que disputa o Mundial de Superbike, as mudanças vão além. A Ninja ZX-10RR ganhou bielas de titânio (400 g mais leves) que aumentaram o limite de giros em 600 rpm e faz seu motor produzir os 204 cv. Vale ressaltar que esses números são obtidos na bancada, portanto sem a atuação do sistema de indução direta de ar (RAM Air), que pode gerar mais 10 cv de potência em alta velocidade.

Kawasaki Ninja ZX 10R 4 2018 Kawasaki aumenta potência da Ninja ZX 10R 2019

Motor de quatro cilindros em linha e 998 cm³ ganhou comando de válvulas com balancins

Outras mudanças 

Mas as mudanças nos modelos 2019 não se limitam ao motor. A Kawasaki adotou o sistema quick-shift bidirecional, ou seja, que permite subir ou reduzir as marchas se o uso da embreagem nas três versões – R, SE e RR.
A suspensão da ZX-10R manteve o sistema “Balance Free” no garfo dianteiro e no monoamortecedor traseiro, além de um amortecedor eletrônico de suspensão da grife Öhlins. Enquanto a suspensão eletrônica Showa no modelo SE foi modificada para atender às atualizações do motor.

Kawasaki Ninja ZX 10R 5 2018 Kawasaki aumenta potência da Ninja ZX 10R 2019

Kawasaki Ninja ZX-10R 2019 oferece 203 cv de potência máxima a 13.500 rpm – modelo 2018 tinha 200cv

Já para a ZX-10RR, o modelo focado em pista e que tem assento único, apenas 500 unidades serão disponibilizadas em todo o mundo e ganhará uma placa exclusiva em cada unidade.

No design a Kawasaki preferiu seguir o ditado de que “em time que está ganhando não se mexe”. Afinal, enquanto a Ninja ZX-10R não tem problemas em vencer seus oponentes no Campeonato Mundial de WorldSBK, a fábrica de Akashi preferiu manter o visual e o mesmo pacote eletrônica da potente superesportiva, que é menos personalizável do que as concorrentes.

A geração 2019 da Ninja ZX-10R deverá chegar no Brasil somente no primeiro trimestre do ano que vem. Por enquanto, o preço ainda não foi definido nem mesmo para o mercado europeu.

Comentário Best Riders


× três = 12