Honda lança a nova NC700S com três modos de condução

11
792

Chega nas concessionárias europeias a nova versão da Honda NC700S. O modelo está muito interessante, pois vem equipado com um sistema de dupla embreagem, conforme o estilo de pilotagem, e oferece três modos de condução: MT (câmbio manual), D (automático) e S (Auto Sport).

Desde o início da elaboração do projeto, a Honda decidiu fazer uma moto divertida de conduzir. A posição de pilotagem é baixa e confortável. A NC700S conta com motor é de 670 cm³ e 47,5 cavalos.

A moto tem consumo médio de 27 quilômetros (pelo menos é o que afirma a montadora) e vem com freios C-ABS desenvolvidos pela Honda. Ela está saindo no mercado europeu pelo valor de € 6.999, cerca de R$ 17.500,00 na cotação do Real desta sexta-feira (11).

11 COMENTÁRIOS

  1. Esta moto virá ao Brasil, na versão “trail-urbana”.

    A potência é baixa, mas o torque é ótimo. A tocada desta moto deve ser uma delícia, estilo tocada de moto custom. Quem não gosta, tudo bem, mas há muitos que admiram.

    O centro de gravidade desta moto é muito baixo, notem o posicionamento do motor, tanque de combustível (o local do tanque tradicional é um capacetário).

    Procurem vídeos no Youtube, essa moto anda legal.

    Ao BestRiders, seria interessante escrever mais sobre as motos, não foi mencionado capacetário, centro de gravidade, possibilidade de vir ao brasil, preço dela comparado ao da Hornet lá fora para poder fazer uma projeção de quanto custaria aqui…

    [ ]’s

  2. Pra quem gostou dessa moto, a Suzuki Bandit 650 é uma boa opção aqui no Brasil. Eu acredito que na aparência elas tem algumas semelhanças. Além disso eu já li uma matéria que falava bem da Bandit, com um bom conforto, consumo de 19km/l, e cerca de 85cv se não me engano. Futuramente, ela vai ser uma das motos a ocupar minha garagem.

  3. O motor desta moto é o mesmo motor do Honda Fit 1.4, divido ao meio – tudo compartilhado – resultado: potência inferior a 50 cavalos – porcaria – a rd 350 de 20 anos atrás, com a metade desta cilindrada, liberava 55 cavalos… a diferença de potência desta 700 com uma Ninjinha ou Comet (33 cavalos)é minima, considerando que são 250 cc, ou seja, muito menor que 700cc

    • Realmente a potência dela não impressiona para a cilindrada utilizada. O que agrada é o bom torque em baixa rotação. Como outro camarada comentou, lembra bastante a pegada de uma Custom.

  4. Agora me diz, para que publicar matéria de uma moto que nem vai vir para o Brasil? e se vier vai custar no mínimo 3x o valor dela no mercado europeu.

    • Acho importante divulgar o que acontece no mundo!
      Não quero saber ou conhecer apenas o que tem ou virá para o Brasil!

      Essa é a missão da imprensa! Até para buscarmos melhorias e cobrarmos mais das concessionárias precisamos saber o que tem de melhor lá fora!

  5. É verdade amigo mas o culpado é o próprio brasileiro mas fazer o que neh, é o preço que o pessoal paga por ser acomodado e refém também de uma politica “falida” para a grande maioria por que que tem $ não ta nem ai!
    esta é a realidade. Esta moto deve ser muito boa de estrada, me agradou muito! Realmente olhando ela de perfil se percebe uma harmonia, grafismo de muito bom gosto não sou de marca A ou B mas neste caso parabéns para a Honda pena que para nós é sonho acho que nem vem para o Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


um + = 6