Honda CB Twister Vs Civic: de Campinas a Ribeirão

0
1659

Honda CB Twister VS Civic: Motocicleta se mostrou mais prática e econômica, quando comparada ao carro e ao ônibus no trecho de 250 quilômetros pelo interior paulista.

Moto_vs_Carro_limite_velocidade
Os dois veículos rodaram dentro dos limites de velocidade nas estradas

Texto: Cicero Lima / Agência INFOMOTO
Fotos: Agência INFOMOTO

MOTOS_TRIUMPH

De Campinas a Ribeirão Preto por R$ 25

Mais de um milhão de pessoas moram em Campinas (SP), segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em Ribeirão Preto (SP), a população já se aproxima dos 700 mil habitantes. Com tanta gente morando nessas cidades, é de se esperar um enorme fluxo de veículos entre as duas cidades. Para saber qual a forma mais prática e econômica para percorrer os 250 km entre os municípios, fizemos o trajeto de motocicleta e também de carro.

Os números fornecidos pela Associação Brasileira das Concessionárias de Rodovias – ABCR – dão conta que pelo menos 880 mil veículos percorrem as rodovias Anhanguera e Bandeirantes todos os dias. Muitos deles vão de Campinas a Ribeirão Preto, polos econômicos do interior de São Paulo.

Honda de viajar

Pegamos a estrada com a recém-lançada Honda CB Twister, de 250 cc, e com um Honda Civic 2.0. Sempre respeitando o limite de velocidade máxima, 110 km/h na maior parte do trajeto.
Abastecemos os dois veículos logo na saída de Campinas e teríamos pela frente mais de duas centenas de quilômetros para ver qual era o mais prático e econômico.

Por falar em praticidade, logo no começo da viagem, o carro teve de parar no pedágio e o motorista desembolsar R$ 6,60. A Cena se repetiria outras cinco vezes e custaria, no total, exatos R$ 38,40.
Uma das vantagens do motociclista é a isenção do pedágio na Via Anhanguera. Ao se aproximar da praça de cobrança, o piloto deve ficar atento às placas de velocidade e usar a faixa da direita. A velocidade é limitada a 30 km/h e se mostrou adequada para contornar os obstáculos. Ainda assim, a moto não para em fila. Enquanto o carro teve de esperar sua vez em praticamente todas as praças de pedágio.

Moto_vs_Carro_pedagio
Na ligação entre as cidades motos não pagam pedágio
Moto_vs_Carro_gasto_pedagio
Nos 250 km entre Campinas e Ribeirão Preto, o motorista gastou R$ 38,40 em seis pedágios

Respeitando sempre o limite de velocidade, a moto se mostrou confortável no trajeto. Para bater um papo, fazer um lanche e esticar as pernas nossa equipe fez apenas uma parada.
A estrada, uma das melhores do País, é um verdadeiro tapete. A pista é bem sinalizada e os vários radares coíbem o excesso de velocidade, o que torna a viagem mais segura para todos.

Moto_vs_Carro_estradas_seguras
Estradas bem sinalizadas e com piso de boa qualidade aumentam a segurança de todos

Sem estresse

Em pouco mais de três horas chegamos a Ribeirão Preto e seguimos até a rodoviária. Por ser uma sexta-feira à tarde, o trânsito congestionado segurou o carro para trás. Mais uma vez, a moto levou vantagem e a agilidade do veículo de duas rodas permitiu ganhar tempo e fugir do estresse.

Moto_vs_Carro_limite_trajeto_3_h
O trajeto entre Campinas e Ribeirão foi feito em pouco mais de três horas
Moto_vs_Carro_transito_contornado
Na chegada em Ribeirão Preto a moto driblou o trânsito intenso da cidade
Moto_vs_Carro_viajar_equipado
Viajando bem equipado o motociclista não sofre com as intempéries do clima, como o vento e o frio

Ao abastecermos os dois veículos, o motorista desembolsou R$ 53 (etanol), enquanto o piloto da moto gastou apenas R$ 25,33 (gasolina). Fazendo as contas, o carro consumiu, no total, R$ 92,33. Já a moto fez o mesmo percurso com apenas R$ 25,33. Se a escolha fosse viajar de ônibus, quem fizesse essa opção desembolsaria cerca de R$ 60 de passagem e mais o deslocamento até a rodoviária.

Moto_vs_Carro_gasto_final_moto
Ao abastecer, o piloto da moto gastou R$ 25,33 de combustível. No carro, o valor foi de R$ 53,60

Também é possível pegar um avião no Aeroporto de Viracopos (Campinas) que, após 40 minutos, pousa em Ribeirão Preto. Porém, é preciso somar a esse tempo a espera na sala de embarque, de pelo menos 30 minutos, e o deslocamento até Viracopos. Fora o valor da passagem que é acima de R$ 500. Com esse dinheiro é possível realizar 20 viagens entre as duas cidades. Indo de moto, claro.

Moto_vs_Carro_moto_racional
Entre os três veículos a motocicleta mostrou ser a mais racional como transporte individual

De Campinas a Ribeirão

Confira o vídeo dessa super matéria de nossos parceiros da Infomoto.

>>Visite a nossa loja de motos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


1 + = seis