Harley Davidson XL 1200 CB

5
1238

Harley Davidson XL 1200 CB

Harley Davidson  XL 1200 CB

Texto: J. Dionysio

Fotos: J. Dionysio

Não dá para negar que andar em uma Harley mexe com qualquer pessoa, por mais apegada ou acostumada com sua marca de preferência. E este fim de semana foi como um final de semana no “playground“. Muitas motos, muita gente bonita, muita moto boa. E ainda ouvi alguém dizer: “é a profissão que qualquer um gostaria”.

Com um visual agressivo e características bem acentuadas testamos o novo modelo da categoria das Sportster da Harley Davidson, a XL 1200 CB, uma moto da linha Dark Custom, com cara de “brava”, perfil jovem e urbano. Faz parte da linha também o modelo XL 1200 CA.

Harley XL 1200 CB

Logo de cara o guidão chama a atenção com suas linhas dizendo, sou “Harley“. Um pouco mais alto, com os retrovisores deslocados levemente a frente, tendo abaixo das manetes, estrategicamente posicionados as luzes de sinalização. Somando ao visual robusto, o seu largo pneu MT90 calçando as rodas preta raiada (fera).

XL 1200 CB

Os novos controles de mão são mais ergonômicos, podem confundir no primeiro momento, mas rapidamente acostumamos e notamos as diversas informações disponíveis no painel logo abaixo do velocímetro: indicador de marcha, rotação do motor, relógio, odometros total e parcial (2), conta giro, além das luzes espias normais: neutro, nível baixo de óleo, etc. Por estarem no painel e não no tanque, como na maioria das custom, torna a leitura destes muito mais rápidas.

harley_XL_1200_CB_2

Esta moto pode enganar os mais desavisados, com sua silhueta afinada, esconde bem toda a força gerada pelo generoso motor Evolution™ de 1.200 cm³, bi cilíndrico em V (8,9 mkgf a 3500 rpm), que permite desfrutar de toda potência, tanto em baixa velocidade na cidade (não precisa mudar de marcha a todo momento), como em alta, pelas estradas, curtindo um fim de semana graças a entrega do torque máximo deste motor ser a 3.500 rpm.

Harley Davidson XL 1200 CB

O tanque de 17 litros além de oferecer uma boa autonomia, é um item do design marcante. Estilo Peanut (apareceu pela primeira vez na Harley-Davidson em 1948 (inspiração para o nome Forty-Eight), a pintura Hard Candy Custom™ disponível como opção em dois tons diferentes. Falando em autonomia o consumo em nosso teste ficou na casa dos 18 / 19 km/litro, uma vez que não exageramos no da direita, nosso foco foi pilotar com prazer.

Harley Davidson XL 1200 CB

Segurança foi um item de destaque da marca, com disco simples na dianteira e na traseira, com ABS de série, deixa as frenagens muito eficientes e seguras.

Harley Davidson XL 1200 CB

A tocada suave em pistas sem buracos é garantida pela suspensão macia (curta como em todos os modelos e não apta para as ruas esburacadas), e pela transmissão por correia, típicos da marca.

Harley Davidson XL 1200 CB

 

CB XL 1200 CB

O banco em forma de “concha” é bem confortável (não podemos levar em conta o banco do carona, carente de um “upgrade”), as pernas ficam em boa posição nas largas pedaleiras, um pouco menos esticada que nos demais modelos. Detalhe: ter cuidado em curvas e nos corredores urbanos, pois esta moto é leve e ágil no transito urbano, apesar da vocação estradeira de origem, o guidão alto atrapalha um pouco no corredor .

harley_XL_1200_CB_12

Sempre procuro considerar em minhas avaliações as origens e confiabilidade da marca, algo que nesta nota-se a seriedade e compromisso com o usuário. Um centro de treinamento de mecânicos, com regras rígidas de formação. A evolução de cada mecânico é escalonada em períodos, ou seja, passa de um modelo de moto para outro paulatinamente, observando a experiência adquirida em ambiente de sala de aula que deixa qualquer marmanjo de boca aberta por sua organização e limpeza. Cada mecânico formado neste centro sai apto a trabalhar em qualquer oficina da marca em qualquer país.

Centro de Treinamento Harley Davidson
Centro de Treinamento de Mecânicos –  Harley Davidson
Organização e limpeza destacam-se no Centro de Treinamento da Harley
Organização e limpeza destacam-se no Centro de Treinamento da Harley.

Concluindo, acredito que a Harley mais uma vez acertou em um modelo que poderá, com certeza, atender um grande número de usuários da marca, pois alia várias qualidades importantes como tamanho, peso, potência, tecnologia e beleza.

Harley Davidson XL 1200 CB

>>Conheça a nossa loja de motos

5 COMENTÁRIOS

  1. Gostaria de mais detalhes sobre a suspensão pois a minha, quando passa em qualquer ondulação ou buraquinho mínimo, parece que bate ferro contra ferro e com garupa é pior ainda, mesmo a regulagem estando pro peso máximo nos amortecedores.

  2. Comprei um modelo parecido, XR 1200R e a mesma apresentou problemas com o velocímetro (digital) com menos de 100km rodados..,, na concessionária testam e dizem não encontrar problemas… depois de ter uma CB400 com mais de vinte anos de uso e sem problemas, a HD precisa melhorar ainda!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


cinco × = 25