Governo britânico anuncia projeto grandioso de energia limpa

0
418
Suzuki Concept Crosscage

Foto: Suzuki

Apesar de ser esperada por muitos como “a grande solução energética” ainda existe certo ceticismo em relação as baterias elétricas em automóveis na visão do mercado. Isso porque além de muito pesadas, as baterias ainda não conseguem oferecer a mesma autonomia que um tanque cheio de gasolina oferece e o  tempo para recarregá-las geralmente é muito longo.

Células combustíveis a hidrogênio ainda tem um longo caminho pela frente até chegarem a produção em massa, o que seria uma opção energética interessante para o futuro. Usando reações químicas para transformar o hidrogênio em água e eletricidade, a matrix oferece  melhor performance na relação peso-potência que as baterias atuais e os veículos podem ser reabastecidos em poucos minutos, simplesmente adicionando mais hidrogênio.

Pensando nisso o governo britânico anunciou um projeto de pesquisa que deve investigar mais a fundo a tecnologia, com o objetivo tornar realidade sua produção em massa.

O recem anunciado projeto UKH2 Mobility vai investigar o potêncial do hidrogênio como combustível, incluindo os problemas de infraestrutura do abastecimento ( como o gás, o hidrogênio não pode ser armazenado em tanques ou em reservatórios subterrâneos facilmente como a gasolina, e pode precisar de uma rede de tubulação nacional).

Várias empresas pioneiras no setor já mostraram que desejam dividir conhecimentos com o governo britânico no desenvolvimento do hidrogênio como combustível. Uma destas empresas é a Suzuki que desenvolveu uma moto conceito movida a células de hidrogênio, a Crosscage. A montadora nipônica também criou um projeto semelhante para a Burgman.

No anúncio, o ministro britânico Mark Prisk disse: “Veículos movidos a células combustíveis de hidrogênio serão reconhecidos como um opção viável para a mobilidade com uma baixa emissão de carbono. Eles são muito eficientes, podem ser reabastecidos em minutos, viajam equivalente a um veículo convencional e têm zero de emissão de poluentes.

“O UKH2 Mobility vai reunir especialistas de toda a indústria para estabelecer o Reino Unido como um grande jogador no cenário mundial das tecnologias de células combustíveis de hidrogênio, além de criar soluções de infra estrutura”.

Dr. Henri Winand, chefe executivo da Intelligent Energy, disse: “O UKH2 Mobility é uma força tarefa da industria.  Seu trabalho é arregaçar as mangas para assegurar que o Reino Unido estará bem posicionado na industria de dos veículos de células combustíveis de hidrogênio em  2014/15 “.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


7 × quatro =