Google testa veículo autônomo com passageiros reais

0
109

Carros sem motoristas, movidos por inteligência artificial. A Google tem dado um passo à frente testando com passageiros reais, cerca de 500 minivans Chrysler Pacifica, preparadas tecnologicamente pela Waymo (divisão especializada no segmento automotivo) para guiarem sem motorista.

Autodesk VRED Professional 2017 SR1

waymo.com

Google testa veículo autônomo com passageiros reais

A tecnologia em rede transformou o mundo. A Internet desde seu advento público, estreitou a informação e todas as relações, sejam nos aspectos econômicos, culturais, políticos… A Google superou concentrando a maior parte de serviços na rede e agora ela dá mais um grande passo: será possível viajar sem piloto ou motorista e realizar viagens com o auxílio da rede!

Através da Waymo, divisão tecnológica da Google que tem atuado no ramo automotivo, veículos com autonomia poderiam realizar as viagem solicitadas sem motorista, sendo capazes através de sofisticados sensores instalados, detectar e evitar obstáculos, além de realizar seleção de trajetos por sistema. Parece algo distante? A verdade é que cerca de 500 minivans Chrysler Pacifica já circulam em testes com passageiros reais e que outros interessados na tecnologia podem se inscrever no site da Waymo. Os primeiros testes se deram na região de Phoenix, Arizona, mas a intenção é expandir os testes regionalmente, para que outros passageiros possam conhecer o serviço.

map
Os testes têm se expandido pelos EUA e o objetivo da Waymo é integrar mais pessoas e regiões, conhecendo diferentes condições para aprimorar as possibilidades com os veículos autônomos. Imagem: waymo.com

Claro que alguém da equipe da engenharia, nos testes em andamento, acompanha o andamento das viagens. Algumas famílias, como a de Ted e Candace, participam dos testes com o Chrysler Pacifica especialmente elaborado. O vídeo abaixo registra um dia comum da família e o serviço da Google inserido na rotina.

Abaixo, vídeo de apresentação do veículo

É interessante perceber que o mundo está se transformando e considerando a inteligência artificial dentro do contexto. Em outubro de 2016, divulgamos sobre as iniciativas da Kawasaki em desenvolver uma moto com inteligência artificial, em que a moto cresceria em conhecimento junto com a experiência do piloto, inclusive identificando sua situação emocional. Confira matéria.

Sistemas inteligentes, respostas, aprimoramento. Teríamos um mundo seguro regido pela inteligência artificial? Nesse momento, há muita gente trabalhando e acreditando que sim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


× dois = 6