Fim da novela: Ducati passa a ser do Grupo Volkswagen‎

0
626

A fabricante de carros Audi (empresa do grupo alemão Volkswagen), anunciou nesta quarta-feira (18), a realização do acordo para comprar a fabricante italiana de motocicletas Ducati. A compra foi aprovada pelo conselho supervisor da maior montadora de automóveis da Europa, informou a Audi em comunicado oficial.  Não foram revelados detalhes do acordo, mas fontes informaram à agência de notícia Reuters, que a Audi acertou a aquisição da Ducati pelo valor estimado em € 860 milhões de  (US$ 1,13 bilhão).

O Grupo Volkswagen é proprietário da Audi e de outras marcas como Bentley, Bugatti, Lamborghini, Seat, Skoda, MAN e agora Ducati, formando um total de 12ª marcas ao portfólio da empresa alemã. Com isso, o grupo pretende fazer uma concorrência direta com a BMW no segmento de motos de luxo de alta cilindrada.  A montadora superou a Mercedes-Benz em 2011 e pretende fazer o mesmo com a fabricante alemã.

Em 2011, a Ducati vendeu 42.200 motos, alcançando uma cota de 11% do mercado global e registrou um volume de negócios de € 480 milhões, a maior rentabilidade da sua história. Nos últimos anos, a Ducati lançou um processo de globalização que levou a empresa a abrir, em 2011, uma fábrica na Tailândia e expandir para novos mercados em rápido crescimento, como a Brasil, China e Índia.

80% das vendas da Ducati foram fora da Itália no final de 2011. O grupo alcançou as maiores receitas e EBITDA (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization). Em português significa 'Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização', termo muito utilizado por analistas financeiros na análise de balanços contabilísticos de empresas cotadas na Bolsa.

O grupo alemão pretende comprar os 50,1% restantes da fabricante de carros de luxo Porsche e afirmou no dia 13 de abril que ampliou seu controle sobre a fabricante de caminhões MAN.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


+ 8 = dez