Favoritos dominam as corridas no Mundial de Motocross

Competição, Notícias, Últimas

Depois de um ano fora do calendário do FIM Motocross World Championship, os fãs holandeses não queriam perder a oportunidade de ver Jeffrey Herlings acelerar pela primeira vez em Lierop, onde aproximadamente 20 mil espectadores se reuniram para presenciar o espetáculo. Na categoria MX1 Antonio Cairoli foi quem dominou a pista, enquanto Ken De Dycker e Tanel Leok completaram o pódio com ele. No MX2, vitória para Herlings, o piloto da casa. A próxima etapa do FIM Motocross World Championship acontecerá no dia 9 de setembro e será realizada na Itália.

Jeffrey Herlings Favoritos dominam as corridas no Mundial de MotocrossFoto: Divulgação

MX1

O italiano Antonio Cairoli, piloto da Red Bull KTM Factory Racing obteve sua sexta vitória seguida na competição nesta temporada. Mesmo dominando as voltas na pista, Cairoli admitiu que fez vários erros no início de ambas as corridas. Na primeira bateria, o piloto italiano sentiu um incômodo no braço (“arm pump”) durante as primeiras voltas, mas começou a se sentir melhor e conseguiu fazer um bom resultado. Já na segunda corrida, ele cometeu um erro e teve um grande acidente. Felizmente, a moto não foi danificada e ele apenas torceu o polegar. Desta forma, Antonio Cairoli foi capaz de se recuperar rapidamente e ganhar a corrida confortavelmente.

O segundo lugar geral ficou com o belga Ken De Dycker, após terminar em terceiro lugar na primeira corrida e em segundo na última bateria realizada. Tanel Leok, da Rockstar Energy Suzuki ficou com o terceiro lugar geral neste fim de semana em Lierop.

Na briga pelo campeonato, tentando alcançar Cairoli, o belga Clement Desalle teve um dia difícil no último Grand Prix, já que o piloto ainda está com uma lesão em sua mão. Mesmo correndo lesionado, Desalle fez o seu melhor para terminar em sexto lugar na classificação geral. Na primeira corrida, Desalle não teve um bom começo, mas conseguiu subir para a quarta colocação. No entanto, as últimas voltas foram realmente difíceis para o belga, que acabou sendo ultrapassado e ficando com o sexto lugar. Na segunda corrida o seu início foi muito melhor, e depois de andar terceiro nas primeiras voltas da corrida, Dasalle não conseguiu manter o ritmo e cruzou a linha de chegada em sétimo.

Corrida 1 MX1 Top 10:
1. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 40:53.149
2. Maximilian Nagl (ALE, KTM), +0:08.556
3. Ken de Dycker (BEL, KTM), +0:34.571
4. Tanel Leok (EST, Suzuki), +0:44.142
5. Gautier Paulin (FRA, Kawasaki), +0:46.058
6. Clement Desalle (BEL, Suzuki), +0:47.362
7. Evgeny Bobryshev (RUS, Honda), +1:22.867
8. Shaun Simpson (GBR, Yamaha), +1:27.570
9. Kevin Strijbos (BEL, KTM), +2:03.584
10. Marcus Schiffer (ALE, Suzuki), -1 volta (s);

Corrida 2 MX1 Top 10:
1. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 41:45.714
2. Ken de Dycker (BEL, KTM), +0:15.837
3. Tanel Leok (EST, Suzuki), +0:23.817
4. Evgeny Bobryshev (RUS, Honda), +0:33.733
5. Shaun Simpson (GBR, Yamaha), +0:35.324
6. Kevin Strijbos (BEL, KTM), +1:00.708
7. Clement Desalle (BEL, Suzuki), +1:09.225
8. Rui Goncalves (POR, Honda), +1:11.132
9. Gautier Paulin (FRA, Kawasaki), +1:34.509
10. Jonathan Barragan (ESP, Honda), +2:06.153;

MX1 Top 10 geral:
1. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 50 pontos
2. Ken de Dycker (BEL, KTM), 42 pontos
3. Tanel Leok (EST, Suzuki), 38 pontos
4. Evgeny Bobryshev (RUS, Honda), 32 pontos
5. Shaun Simpson (GBR, Yamaha), 29 pontos
6. Clement Desalle (BEL, Suzuki), 29 pontos
7. Gautier Paulin (FRA, Kawasaki), 28 pontos
8. Kevin Strijbos (BEL, KTM), 27 pontos
9. Maximilian Nagl (ALE, KTM), 22 pontos
10. Rui Goncalves (POR, Honda), 20 pontos

Classificação do campeonato – MX1 – Top 10:
1. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 592 pontos
2. Clement Desalle (BEL, Suzuki), 516 pontos
3. Gautier Paulin (FRA, Kawasaki), 468 pontos
4. Christophe Pourcel (FRA, Kawasaki), 452 pontos
5. Ken de Dycker (BEL, KTM), 446 pontos
6. Kevin Strijbos (BEL, KTM), 369 pontos
7. Xavier Boog (FRA, Kawasaki), 355 pontos
8. Tanel Leok (EST, Suzuki), 338 pontos
9. Rui Goncalves (POR, Honda), 315 pontos
10. Shaun Simpson (GBR, Yamaha), 271 pontos

MX2

Pilotando em casa, o holandês Jeffrey Herlings mostrou mais uma vez seu talento excepcional para todos os presentes em Lierop. Aos 17 anos de idade, o piloto admitiu ter ficado impressionado com a vantagem imposta sobre os outros pilotos do MX2, vencendo as duas baterias realizadas, colocando uma volta em todos os adversários na primeira bateria, exceto Jeremy Van Horebeek, que ficou com a segunda posição geral, após um fim de semana muito difícil, devido a um resfriado.

Tommy Searle fez o seu melhor na briga pelo campeonato, mas acabou apenas na quarta posição geral. Na primeira corrida ele começou na frente, porém, não conseguiu manter a segunda posição e teve de se contentar com o quarto lugar. Na segunda bateria, mais uma vez, o piloto britânico se esforçou para manter o ritmo e cruzou novamente linha de chegada no quarto lugar.

Corrida 1 MX2 Top 10:
1. Jeffrey Herlings (HOL, KTM), 40:41.884
2. Jeremy van Horebeek (BEL, KTM), +2:07.139;
3. Max Anstie (GBR, Honda), -1 volta
4. Tommy Searle (GBR, Kawasaki), -1 volta
5. Jake Nicholls (GBR, KTM), -1 volta
6. Arnaud Tonus (SUI, Yamaha), -1 volta
7. Zachary Osborne (EUA, Yamaha), -1 volta
8. Jordi Tixier (FRA, KTM), -1 volta
9. Glenn Coldenhoff (HOL, KTM), -1 volta
10. Alexander Tonkov (RUS, Honda), -1 volta;

Corrida 2 MX2 Top 10:
1. Jeffrey Herlings (HOL, KTM), 39:32.414
2. Jeremy van Horebeek (BEL, KTM), +2:04.344
3. Max Anstie (GBR, Honda), +2:07.174
4. Tommy Searle (GBR, Kawasaki), +2:27.492
5. Arnaud Tonus (SUI, Yamaha), -1 volta
6. Glenn Coldenhoff (HOL, KTM), -1 volta
7. Jordi Tixier (FRA, KTM), -1 volta
8. Zachary Osborne (EUA, Yamaha), -1 volta
9. Jake Nicholls (GBR, KTM), -1 volta
10. Dylan Ferrandis (FRA, Kawasaki), -1 volta

MX2 Top 10 geral:
1. Jeffrey Herlings (HOL, KTM), 50 pontos
2. Jeremy van Horebeek (BEL, KTM), 44 pontos
3. Max Anstie (GBR, Honda), 40 pontos
4. Tommy Searle (GBR, Kawasaki), 36 pontos
5. Arnaud Tonus (SUI, Yamaha), 31 pontos
6. Jake Nicholls (GBR, KTM), 28 pontos
7. Glenn Coldenhoff (HOL, KTM), 27 pontos
8. Jordi Tixier (FRA, KTM), 27 pontos
9. Zachary Osborne (EUA, Yamaha), 27 pontos
10. Alessandro Lupino (ITA, Husqvarna), 20 pontos

Classificação do campeonato – MX2 – Top 10:
1. Jeffrey Herlings (HOL, KTM), 622 pontos
2. Tommy Searle (GBR, Kawasaki), 557 pontos
3. Jeremy van Horebeek (BEL, KTM), 519 pontos
4. Jake Nicholls (GBR, KTM), 387 pontos
5. Joel Roelants (BEL, Kawasaki), 367 pontos
6. Jordi Tixier (FRA, KTM), 367 pontos
7. Max Anstie (GBR, Honda), 314 pontos
8. Dylan Ferrandis (FRA, Kawasaki), 272 pontos
9. José Butron (ESP, KTM), 263 pontos
10. Alessandro Lupino (ITA, Husqvarna), 241 pontos

Comentário Best Riders


dois + = 10