Ducati SuperSport S é esportiva para quem deseja viajar

0
567

Novo modelo sport-touring estará em pré-venda a partir de 30 de julho, apenas na versão S e na cor vermelha

_Ducati_SuperSportS_1_2018
Ducati abre pré-venda da SuperSport S a partir de 30 de julho; preço sugerido é de R$ 63.900

TEXTO: Arthur Caldeira INFOMOTO
FOTOS: Divulgação

Ducati SuperSport S é esportiva para quem deseja viajar

Mostrada no Salão Duas Rodas em novembro de 2017, a Ducati SuperSport S finalmente começa a ser vendida no País. A marca italiana anunciou que, a partir de 30 de julho, o modelo sport-touring já estará em pré-venda nas concessionárias da marca, somente na versão S e na cor vermelha, pelo preço sugerido de R$ 63.900.

Apesar da carenagem, a SuperSport S tem a proposta de ser uma moto esportiva que oferece conforto para viajar. Para isso, tem motor de dois cilindros em “L”, 937 cm³ e razoáveis 113 cv de potência máxima a 9.000 rpm, mas uma posição de pilotagem mais ereta, com dois semi-guidões fixados acima da mesa de direção. O bom torque de 9,86 kgf.m aparece já a 6.500 giros, proporcionando força suficiente para levar piloto, garupa e bagagem.

Ducati_SuperSportS_2_2018
SuperSport S tem motor de dois cilindros em “L”, com 937 cm³, arrefecimento líquido e 113 cv

O completo pacote de segurança (o tal Ducati Safety Pack) conta com três modos de pilotagem – esportivo, turismo e urbano – que ajustam a entrega de potência, o controle de tração e os freios ABS. Para garantir ainda mais conforto em viagens, um dos diferenciais da versão “S”, a única comercializada no Brasil, é o sistema quickshift, que permite trocas no câmbio de seis marchas sem o uso da embreagem.

Ciclística 

Na parte ciclística, a SuperSport S vem bem equipada. O quadro em treliça é sustentado por um garfo invertido, na dianteira, e um monobraço de alumínio com um amortecedor fixado por links, na traseira. Ambos são da grife Öhlins e totalmente ajustáveis.

Ducati_SuperSportS_7_2018
Versão S da SuperSport tem monoamortecedor traseiro Öhlins
Ducati_SuperSportS_6_2018
Na dianteira, o garfo telescópico invertido é Öhlins e totalmente ajustável

Os freios usam pinças monobloco e radiais Brembo, na frente, para morder dois discos de 320 mm de diâmetro. Atrás, um disco de 245 mm com pinça dupla. As rodas de liga-leve aro 17 calçam pneus sem câmara Pirelli Diablo Rosso III, nas medidas 120/70-17 (diant.) e 180/55-17 (tras.).

O peso do conjunto é de 183 kg a seco (210 kg em ordem de marcha). O peso relativamente baixo, em conjunto com o assento a 81 cm do solo, dá pistas de que a SuperSport S deve ser uma moto fácil de pilotar, até em baixa velocidade.

Ducati_SuperSportS_3_2018
A sport-touring italiana pesa 183 kg a seco – 210 kg em ordem de marcha

O painel digital com tela de LCD traz muitas informações úteis em viagens. O para-brisa alto protege o piloto, enquanto o sistema de iluminação diurna (DRL) garante a segurança na estrada. Farol e lanterna também usam LEDs.
Uma boa opção para quem curte a esportividade das motos Ducati, mas procura uma modelo amigável e “utilizável” nas ruas e estradas. Se você se interessou, saiba que os 15 primeiros clientes que reservarem a SuperSport S poderão escolher entre dois kits de acessórios originais da marca italiana como cortesia.

Ducati_SuperSportS_5_2018
Supersport S tem painel digital e um completo pacote eletrõnico
Ducati_SuperSportS_4_2018
Os 15 primeiros que fizerem a reserva da SuperSport S levam um kit de acessórios originais

Se a sua ideia for viajar, o kit Touring tem malas-alterais rígidas, para-brisa mais alto e aquecedor de manoplas. Caso você queira mais esportividade, pode optar pelo kit Ducati Sport, com paralama dianteiro em fibra de carbono, manetes Rizoma, setas em LED, tampas dos reservatórios em alumínio e protetor de tanque em carbono.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


9 + = dezessete