Ducati Multistrada 1200

house, Testes

multistrada1 Ducati Multistrada 1200

Texto e Fotos: J. Dionysio

Mais uma vez “una Bela Macchina”, poderia até dizer “sensual e provocante”. E provoca muita vontade de experimentar os 150 CV do motorzão 2 cilindros em L a 90°, 8 válvulas comando desmodrônico (ver matéria Diavel), torque máximo 12,1 mkgf a 7.500 rpm, câmbio de 6 marchas e transmissão final por corrente. Uma fantástica combinação de alta performance, com a segunda geração do motor Testastretta 11° DS. Tudo isso apoiado em um belo chassi tubular de aço treliçado.

multistrada3 Ducati Multistrada 1200A tocada é prazerosa e vai do radical ao mais comportado com um simples toque de botão na manete esquerda. Um ajuste muito fácil de fazer e importante, pois essa máquina é projetada (e sai configurada de fábrica com ajustes programados ‘Riding Modes’ para adaptar-se ao modo de pilotagem), Sport, Touring, Urban e Enduro, que oferecem confiança e tranquilidade para o piloto em qualquer tipo de pista. Estes ajustes diminuem ou entregam o máximo em potência, ABS e controle de tração, entre outros tantos ajustes.O que impressiona é que dependendo da configuração é quase impossível cair com esta moto. Sensacional! Conforto e versatilidade é o que se tem com tanta tecnologia embarcada.

Os modelos Multistrada 1200 S Touring e Pikes Peak vêm equipados com suspensão semi-ativa Ducati Skyhook Suspension (DSS) integrado a toda inteligência eletrônica da motocicleta. O melhor de tudo que agora é fabricada (ou montada) no Brasil, com um detalhe importante: os profissionais que realizam a montagem das motocicletas são treinados na fábrica da Ducati em Bolonha – Itália, sendo que o motor vem montado e lacrado da matriz. Os fãs da marca podem ficar tranquilos quanto a autenticidade. Suspensão é um ítem a parte, na Dianteira: invertida Marzocchi de 50 mm, multirregulável, com 170 mm de curso. Traseira: monobraço de alumínio monoamortecida, amortecedor Sachs multirregulável, com 170 mm de curso. É potência sem igual!

Precisamos parar também, por isso na dianteira: disco duplo semiflutuante de 320 mm, com pinça Brembo de 4 pistões e encaixe radial, na traseira: disco simples de 245 mm, com pinça de 2 pistões. Foram várias vezes solicitados e atuaram muito bem. Calçando tudo na dianteira pneus 120/70-17 e traseiro: 190/55-17. Com 215 cm de comprimento total, 153 cm entre eixos, altura do banco ao chão 85 cm, qualquer brasileiro de estatura média pode encarar este desafio com toda tranquilidade, basta apenas “parcimônia” no “da direita”! Esta moto responde muito rápido! Algumas informações a mais: Tanque 20 l, desempenho 

0-100 km/h (s) 3,3 

0-200 km/h (s) 11,1 

0-1000 m (s / km/h) 21,2 / 229,7 (em pista de testes da fábrica), de 40 a 70 km/h em 3ª (s) 2,1, de 60 a 90 km/h em 4ª (s) 2,4 , de 80 a 110 km/h em 5ª (s) 3,1, de 100 a 130 km/h em 6ª (s) 2,9, máxima na pista de testes (km/h) 233,8, velocidade real a 100 km/h (km/h) 93,5, consumo esportivo (km/l) 13,2, consumo econômico (km/l) 17 (dados do fabricante e nosso teste os valores ficaram muito idênticos).

multistrada4 Ducati Multistrada 1200

multistrada5 Ducati Multistrada 1200

multistrada6 Ducati Multistrada 1200

multi Ducati Multistrada 1200 Sem dúvida foi um dos testes mais prazerosos que realizamos, pois aliado a tecnologia embarcada, as respostas rápidas tanto na aceleração quanto na desaceleração, a posição de pilotagem e as dimensões desta moto, acredito ser vital para o piloto e com certeza esta moto pode contemplar a grande maioria do público brasileiro. Viva “la Itália”!!!

multistrada7 Ducati Multistrada 1200

multistrada8 Ducati Multistrada 1200

multistrada9 Ducati Multistrada 1200

multistrada11 Ducati Multistrada 1200

multistrada12 Ducati Multistrada 1200

>>Visite a nossa loja de motos

3 comments

  1. José Mauro, vale a pena mesmo comprar a ducati multistrada ?

    Responder
  2. Comprei uma multiestrada ha 2 meses. Precisei ir à concessionária para trocar o sensor de combustível que queimou com pouco mais de 1000km. Durante a troca comentei que a moto bate muito a corrente principalmente no modo urbano em baixa rotação. Ele avaliou a corrente e disse que estava OK. A moto é sensacional, mas este barulho da corrente me incomoda. É assim mesmo ou há como se melhorar este problema? Obrigado.

    Responder
    • eu tinha este problema …dai eu comprei a chave de regular a corrente e eu mesmo deixei na regulagem correta 35 mm

      Responder

Comentário Best Riders


2 + quatro =