Dot Robinson – A pioneira do Motor Maids

0
1087

Feminina, visionaria e apaixonada por motos: conheça Dot Robinson, uma das criadoras da organização de mulheres motociclistas Motor Maids.

944147_10151629092920450_1577595581_n

Foto Divulgação.

Dot Robinson – A pioneira do Motor Maids

Podemos começar a contar sobre Dot Robinson dizendo que ela já nasceu pilotando. Quando sua mãe entrou em trabalho de parto, seu pai James Goulding, a levou para o hospital em um sidecar.

Dorothy Robinson nasceu em 22 de Abril de 1912 e seu pai era designer de carros e piloto amador, muito conhecido pelo seu serviço altamente confiável.

Em 1918, Dot se mudou com a família para Saginaw, em Michigan nos Estados Unidos, para que o pai pudesse expandir o negócio de sidecars. Ele abriu uma concessionária de motocicletas e Dot cresceu totalmente ligada á esse universo e começou a pilotar desde cedo.

Dot Robinson ganhou seu primeiro troféu em 1930, na corrida Endurance Flint 100. Em 1931 Dot se casou com Earl, que também era apaixonado por motociclismo.

Juntos, o casal bateu o recorde transcontinental em 1935 na classe sidecar. Logo a Harley-Davidson deu a oportunidade do casal abrir uma concessionária da marca. Eles se mudaram para Detroit e abriram a loja que funcionou até 1971.

Em 1940, Dot ganhou o conhecido Jack Pine e se tornou a primeira mulher a vencer AMA (American Motorcyclist Association). Em 1946, Dot Robinson repetiu a dose e ganhou mais uma vez.

Em 1939, Dot Robinson conheceu Linda Dugeau, motociclista da Nova Inglaterra e juntas elas criaram a organização de mulheres motociclistas, que dentro de um ano foi estabelecida como Motor Maids. A organização foi um ponto relevante que serviu de incentivo para que outras mulheres entrassem para o mundo das duas rodas.

Dot procurou por todo o Estados Unidos mulheres que pilotassem suas próprias motocicletas e surpreendentemente, ela encontrou 51 ”ladies”, fundando assim em 1940 o Motor Maids of America Inc.

O lema principal da organização, estabelecido por Dot era que ”é possível pilotar uma moto sendo uma dama”. Era praticamente um regra da organização que todas as ladies pilotassem sempre arrumadas e com classe, como verdadeiras senhoras de fino trato.

Em 1971, Dot Robinson e seu esposo Earl venderam a concessionária e decidiram fazer uma viagem de moto para a Austrália, afinal, foi onde começou o relacionamento de Dot com o motociclismo.

Earl morreu em 1996, mas Dot continuou a pilotar até Janeiro de 1998 com a idade de 85 anos. Após passar por uma cirurgia no joelho, pilotar ficou difícil e Dot foi praticamente obrigada a abandonar o motociclismo.

Dorothy Robinson faleceu em 08 de Outubro de 1999 aos 87 anos e se tornou uma das únicas mulheres que estão presentes no Motorcycle Hall of Fame Museum.

Atualmente o Motor Maids conta com a participação de 1.200 mulheres em todo o Canadá e Estados Unidos.

Veja fotos:

20130307224729_i1h64z35pycnxr
Dot Robinson
robinsons
Dot Robinson e seu esposo Earl.
MC-10
Dot Robinson – Em seu chapéu está gravado ”Motor Maid”.

>>Conheça a nossa loja de motos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


+ nove = 10