Deserto do Saara: Viagem de Motos ao Marrocos – Parte I

0
1466

roteiro

 

Alô amigos motociclistas. Encerramos uma seqüência de artigos pelos principais países europeus, de Portugal à Finlândia com registro de lugares incríveis e agora vamos ver o que tem do outro lado do mediterrâneo. Marrocos é um país muito diversificado e tem de tudo e mais um pouco para agradar a todos os motociclistas em um roteiro de 2.500 Km. O que você tem que considerar em seu roteiro é que esse país tem estradas e pistas, mas o conceito de pista aqui, são vias para se chegar em locais de difícil acesso que veremos mais adiante e a moto a ser usada aqui é de suspensão trail, não venha a Marrocos em motos custom, não e apropriada para esse terreno, embora já tenha visto uma Bulevar 1.500 cc em Coroico, uma das estradas mais perigosas do mundo segundo a UNESCO. O país é imenso e pela sua diversidade de lugares, talvez percorrê-lo em uma única viagem, acarrete prejuízo turístico a não ser que o tempo não seja um problema. Em Marrocos você vai ter Deserto, Cidades Grandes, Monumentos, Cultura, Museus; Praia e Costa Atlântica; Montanha para Ski / Montanha para visitar aldeias; Locais Patrimônio Mundial UNESCO; O Mundo Árabe; O Mundo Amazigh (Berbere), entre outras coisas.

camelo

 

Vamos iniciar nossa roteiro no ponto mais próximo da Europa, na realidade desse ponto, a Europa pode ser vista a olho nu. Tange é a cidade do desembarque e a cidade de ida, Chefchaouen, está próxima de Asilah que é o fim desse roteiro. Vamos seguir rumo ao deserto do Saara. Chefchaouen, a pouco mais de 100km de Tange, é uma cidade linda, rodeada de montanhas, a cidade toda passa um tom de azul e violeta e com certeza merece um dia inteiro para contemplação. Não perca o castelo no centro, a única mesquita octogonal do mundo.

marrocos2

azul
(Cidade inteira é pintada de azul turquesa)

Fés é a próxima cidade rumo ao deserto. Marrocos e uma lugar de extremos, Fés e a cidade medieval melhor preservada de todo o mundo árabe e uma visita ao interior da medina de Fes é entrar em um outro mundo.

04042009336
Medina de Fés – Único veículo autorizado

É recomendado contratar guias para que tudo aquilo faça sentido, eles irão levar vocês sim para as compras, onde eles ganham comissão, mas isso existe em todo lugar e só falar que não tem interesse e lembrem as esposas ou namoradas que estão em motocicletas, não da pra levar tudo que queremos. Na seqüência nosso destino são os Lagos Islit e Tislit perto de Imilchil. Estes dois lagos são duas pérolas nas montanhas.

pista atlas
Montanha de Atlas

O primeiro lago “A Noiva” é o mais conhecido, pois fica na estrada que leva a Imilchil, enquanto que o outro lago “O Noivo” é mais inexplorado, pois não há estrada em bom estado até chegar, gosto desses locais de difícil acesso, te leva a lugares exclusivos, fora do comum que fazem valer a viagem.

3620956697_2fcf7a55c9_m

lago

Conheço toda a América do Sul viajando em motos e as melhores lembranças, as mais nítidas, foram as mais difíceis de chegar. Já vivi situações que dava vontade chorar, mas depois da tempestade, é só risada, acreditem nisso!

motok
Bruta
estrada para imichil
Estrada para Imilchil

Tem um caminho alternativo que corta a visita aos lagos e a Imilchil, que é seguindo direto para a cidade de Midelt, nesse caso você deixara de conhecer a região central de Marrocos, as montanhas mais elevadas chamadas de Atlas, pra não falar da aldeia de Imilchil, que é um destino a não perder para quem gosta de locais pouco explorados e de paisagens incríveis. Estude bem se vale à pena cortá-lo.

deserto

Erfound é nosso destino, já em pleno deserto Saara. Amigos, já sinto um frio na barriga só em imaginar estar nesse lugar. Com certeza esse é um dos destinos que ainda farei, sem sombra de duvida.

Untitled1
Placa Chegando em Erfound

Erfound é um Oásis com cerca de 30 mil habitantes e em sua imediações dunas a sumirem de vista. Em torno de aproximadamente 50 km dessa cidade estão o Ksar de Maadid, é um dos maiores do sul de Marrocos e também um dos mais fascinantes do país. Esta aldeia fortificada foi toda construída em barro, preservando a arquitetura do sul de Marrocos e da região do Deserto do Saara e também podem-se visitar as Dunas de Erg Chebbi e hospedar-se no O “Auberge du Sud”, um pequeno hotel localizado nas dunas de Erg Chebbi.

Untitled2
Hotel “Auberge du Sud”

Esse hotel encontra-se junto às dunas mais altas do erg (nome atribuído às aglomerações de areia que formam as dunas), que, por sua vez, são as mais altas de Marrocos. O grande atrativo deste hotel é precisamente a grande proximidade às dunas. O hotel, apesar de contar com condições humildes, é bastante acolhedor. São disponibilizados serviços de restauração, sendo também possível, a partir do hotel, contratar serviços adicionais como as tendas para pernoitar em pleno deserto ou espetáculos musicas inspirados nas raízes musicais saharianas.

BEM VINDOS AO DESERTO DO SAARA

05042009378

GEDC0257

06042009412

06042009390

Acampamento Deserto do Saara.
Acampamento Deserto do Saara.
Ouarzazate
Ouarzazate

Ouarzazate, Considerada a capital do Sul de Marrocos, tem uma enorme oferta de locais interessantes para visitar, o suficiente para se manter ocupado durante pelo menos três dias no visitar a cidade e a região à volta. Está a apenas a 200km a sul de Marraquexe, mas do outro lado das Montanhas do Atlas. A estrada sobe até aos 2500 metros de altitude, proporcionando paisagens espetaculares e inesquecíveis das Montanhas do Alto Atlas, a mesma dos Lagos Islit e Tislit perto de Imilchil e entre as atrações turísticas, segue abaixo as que você não pode deixar de ver.

• Casbah de Taourirt;

• Museu do Cinema;

• Kasbah das Cegonhas;

• Lago Mansour Eddahbi;

• Bairro de Tassoumate e a beira rio;

• Estúdios de Cinema Atlas;

• Mercado de Domingo (imperdível).

Mas Ouarzazate não se resume a isto, é o local ideal também para servir de base de visita a muitos outros destinos na região. Bastante perto ficam o local UNESCO do Ksar de Ait Ben Haddou (30km), o Oásis de Fint (12km), o Palmeiral de Skoura, os diversos Casbahs (casas fortificadas construídas em barro) nas aldeias de Toundout, o Vale das Rosas, os palmeirais de Oásis de Agdz, as Montanhas de Saghrou, etc. Oásis de Fint e Palmeiral ficam a 15km de Ouarzazate. Este oásis mistura uma paisagem rochosa com rio e um imenso palmeiral. É um destino fabuloso e um dos muitos locais de interesse para visitar durante uma estadia de dois ou três dias em Ouarzazate. Seguindo por 200Km, chegamos a Marraquexe, com passagem pelo Alto Atlas e curvas espetaculares, uns 50km de curvas de 180 Graus e mais uns 100km de curvas, seguidas de outras curvas e muitos caminhões, trânsito amarrado. Tempestade de Areia, ventos fortíssimos são comuns. Jogam as motos de um lado para o outros e o perigo é iminente. Estive em Ushuaia em 2008 e sei muito bem como é isso. É perigoso, muito perigoso principalmente nas ultrapassagens.

“Abrindo um aparte para dar ênfase nessa questão. Quando você inicia a ultrapassagem nessa condição, o próprio caminhão quebra o vento para você, então confortavelmente você passa por ele, o perigo esta no final da ultrapassagem quando você deixa o caminhão para traz.  A lapada de vento é muito forte, insiste em jogar a moto pra fora da pista, mas no entanto você tem que voltar pra frente do caminhão ultrapassado, amigos, isso é um perigo real, requer cautela”.

Abraços

Fausto Malheiros.

>>Visite a nossa loja de motos

 >>Confira outras viagens de moto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


três + 7 =