CG: uma Honda no Oceano das Pequenas

16
882
honda cg

Linha CG 2014: A Honda Movimenta o Mercado

honda titan e fan
Fotos: Roberto Severo/ Divulgação

CG: uma Honda no Oceano das Pequenas

Julho de 2013… Mistério durante o voo para Pernambuco. Praia da Boa Viagem, e durante a plenária no CETH (Centro de treinamento da Honda), 4 objetos de duas rodas sobre o palco fantasiados de lençóis brancos. Conforme o Alfredo da Honda ia apresentando os modelos, as motos eras desnudadas e levadas ao centro do palco. Honda apresentou um a um os modelos da CG 2014 que trazem design diferente e soluções para melhora da dirigibilidade e segurança. Não foi uma mera maquiagem, mas sim, uma reestruturação, uma reformulação da linha de maior sucesso da marca. Propositadamente deixamos as fotos de cada modelo para o final do texto, abaixo do quadro comparativo.

honda apresentação

A Honda iniciou neste ano mais um ciclo da família CG, uma das mais bem-sucedidas da marca. Reformulada para os modelos CG 125 Fan, CG 150 Fan e CG 150 Titan, traz as diferenciais em design e tecnologia voltadas para a funcionalidade. A linha 2014 conta agora com os seguintes modelos e versões: CG 125 Fan (KS/ES/ESD), CG 150 Fan (ESDi) e CG 150 Titan (ESD/EX).

Visual Modernizado e funcional

Os modelos ganham novo conjunto ótico, que, conforme test-ride que fizemos ficou muito funcional, sem mudar as lâmpadas, somente a forma de refletir a luz. Os piscas também atendem às normas ECE de iluminação. Além disso, cada versão conta com detalhes característicos. A CG 125 Fan KS apresenta um tanque exclusivo e as versões 125 Fan (ES e ESD), CG 150 Fan ESDi e CG 150 Titan (todas as versões) tem carenagens adicionais incorporadas à peça principal, acentuando a esportividade e conferindo mais porte aos modelos.

A tampa lateral, produzida para harmonizar com as linhas da motocicleta, estará disponível na cor preta para as CGs Fan (125 e 150) e pintada na Titan. Aliás, neste modelo, a peça terá um design diferenciado, harmonizando com o design da carenagem do tanque. A Titan também contará com rodas de liga leve em desenho especial (versão EX) e pedaleiras exclusivas, além de saída de escapamento maior com design diferenciado.

Todos os modelos dispõem de lanterna traseira com visual exclusivo, inspirado nas peças em LED de motocicletas de alta cilindrada da marca.  Parte da identidade da família, a linha CG é referência em robustez mecânica, perfeita para quem usa no dia a dia ou para trabalho.

O novo painel de instrumentos agora é totalmente digital, integrado à carenagem, com aferição eletrônica de velocidade, a partir de sensor instalado no câmbio, diferentemente dos modelos mais antigos, a cabo de aço, ligado à roda dianteira. Na CG 125 Fan, o painel digital ainda contém velocímetro e hodômetro total. O modelo CG 150 Fan conta ainda de trip parcial e marcador de combustível. Já a CG 150 Titan traz relógio e um diferencial de design, com a luz em tom azul, inspirado nos modelos esportivos da marca.

Os comandos de seta e buzina foram reposicionados, uma aproximação aos modelos de alta cilindrada. Para ser sincero, não gostei muito deste último quesito, reposicionando e invertendo a alavanca de pressão da buzina.

Motorização confiável e eficiente

A linha CG ainda será oferecida com suas duas tradicionais opções de motorização: 125cc e 150cc, conhecidas pela sua eficiência, baixo custo de manutenção e economia de combustível. Com um novo projeto de chassi, os novos modelos estão quatro quilos mais leves, o que trará melhora de consumo, a ciclística e a dirigibilidade, garantindo um comportamento ainda mais ágil em manobras urbanas.

A segurança também é um ponto de suma importância para o projeto da nova CG. Por isso, a partir desta geração, a Honda trará pela primeira vez a opção de freio a disco na dianteira da CG 125 Fan ESD. Os modelos CG 150 Fan e CG 150 Titan (todas as versões) também contarão com este sistema. Além disso, o conjunto também está mais suave, com acionamento progressivo, tornando as frenagens mais seguras para iniciantes nas duas rodas. A estabilidade e o conforto também foram melhorados com um novo acerto de suspensão, por meio de ajustes de compressão e retorno dos amortecedores nos modelos de 150cc.

Test-Ride

Embaixo de muita chuva, fizemos um test-ride na pista do CETH, testando e comparando os modelos antigos com os novos. A pista molhada até ajudou, e pudemos atestar que as alterações foram realmente efetivas, melhorando a ciclística, frenagem, e design. Veja as fotos:
honda cg

honda cg

Conclusão

Era de se esperar que a montadora fizesse alterações necessárias para acompanhar a demanda do mercado e dos milhares de motociclistas que utilizam estes modelos não somente para o transporte, mas para o lazer e trabalho. Estas alterações deve fazer se não uma (h)onda, uma marola que as outras marcas deve surfar também. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

Abaixo segue uma tabela resumindo as modificações:

honda cg

As aguardadas fotos dos novos Modelos da CG:

CG FAN 125 ES

honda cg

CG Fan 125 ESD

honda cg

CG FAN 150 ESDi

honda cg

CG FAN 125 KS

honda cg

CG TITAN ESD

honda cg

CG TITAN EX

honda cg

Fiquem ligados que teremos mais novidades e mais fotos, com os detalhes de cada moto!

Keep riding!

16 COMENTÁRIOS

  1. Era o que faltava,apesar do otimo motor ela pecava na ciclistica,a factor era muito mais confortavel para o dia dia,agora se eles copiaram a ciclistica da factor nao tem mais pra ninguem.se bem que na revenda yamaha o vendedor afirmou que a fazer 150 ja esta em testes e se vier como as que vi na net vai dar um banho nas hondinhas,vou esperar mais um pouco pra decidir qual comprar,comprar no lancamento nem sempre e bom negocio.

  2. Como sempre excelente matéria Roberto Severo tomara que realmente o mercado acorde e seja mais exigente com as montadoras que só visam lucros exorbitantes quem faz o mercado somos nós consumidores enquanto nos conformamos com motos peladas e caras o mercado não irá mudar quanto a Dafra realmente (ainda peca no pós Venda) e a Honda sabe se aproveitar dessa pequena vantagem Minha Next está com 23 mil rodados media de 29 a 30 km por litro nunca me deu nenhum prob mas certamente se precisasse de alguma peça ficaria na mão está ae vantagem da Honda

  3. Ta na Cara que quem despertou a nipônica Honda motos do Brasil foi a Dafra Motos do Brasil.
    A Dafra mostrou para o Brasileiro que tem como sim vender motos excelentes por preços baixos.Enquanto a Dafra vendia motos boas e completas por preços baixos a Honda vendia motos pé de boi (Básicas)por preços exorbitantes.
    A Yamaha e a Suzuki nunca fizeram nada para mudar o mercado nacional,isso é fato, só a Dafra fez algo para mudar a cara de sempre do mercado Brasileiro de motos.Quem ganhou com isso somos nós consumidores,compramos motos 150cc boas e completas da Dafra e agora tambem da Honda,graças a Dafra.

  4. Agradeçam a Dafra pelas mudanças na Honda.A honda se mexeu não por causa da Yamaha ou Suzuki mas sim por causa da Dafra…

    • Obrigado pelo seu comentário,

      apesar das mudanças não serem meramente cosméticas, somente de aparência, devo dizer que a Dafra de fato é a atual montadora a se preocupar pela Honda.

      Abrax,

      Roberto Severo

    • A Dafra até lança uns produtos diferenciados, mas peca no pós venda, moro em Sorocaba, a 90Km da capital paulista e com mais de 600 mil habitantes, porém não possuímos sequer uma assistência Dafra, pois a única que havia fechou. Estava interessado em adquirir uma Next 250, mas vi relatos de compradores aguardando peças por mais de um mês em cidades que possuem autorizadas da marca, agora, imaginem só o transtorno para quem utiliza o veículo como único meio de transporte.
      Veja que não estou criticando o produto, mas que eles poderiam ter uma atenção melhor para os compradores.

      • Já tive uma moto da Dafra,e nunca tive problemas.No momento não compraria outra porque a autorizada mais perto da minha cidade fica a mais de 180 kms de distancia,então minhas opções são Suzuki,Honda e Yamaha.Essas marcas tem autorizada a uns 100kms +OU-,muito mais perto…
        A Dafra até que tem bons produtos mas peca e muito no pós venda .
        A Honda Motos do Brasil com essas poucas mudanças em suas motos, irá acabar de enterrar a Yamaha,Dafra,Suzuki,Kasinski,Traxx,Shineray entre outras marcas que atuam no Brasil com motos populares de baixa cilindrada,falo isso não porque sou fã da Honda Brasileira,mas porque e a pura verdade,a Honda Brasileira já dominava vendendo essas motos básicas, imagina agora com essas mesmas motos só que agora mais modernas…

        • Pois é, sobre minha cidade, vale até um retificação, nesse mês voltou a ter assistência aqui em Sorocaba, depois de alguns meses sem, de qualquer forma, fica uma certa insegurança. Não sou “Hondeiro” mas com 1300 concessionários pelo país fica complicado não relevar a Honda no momento da compra.
          A Yamaha que teria condições de abocanhar o mercado fica dormindo no ponto, tem excelentes motos, mas nada que destaque e não faz esforço para atualizar seus produtos, como por exemplo, a nova(?) YBR que pareceu uma piada, e de mau gosto!
          Seguimos na esperança de um futuro melhor, ah se Suzuki e Kawasaki lançassem uma bela naked de 250/300 pra chacoalhar tudo de vez….

  5. A Honda tem design! Painel digital integral já tá bom demais e ainda mudaram: alavanca de embreagem e freio, escapamento, protetor de escapamento, luz da placa, piscas, farol, rodas, ocultou a borda do tanque…
    Faltou só indicador de câmbio, tampa do tanque esportiva e um supressor de ruídos (cachimbo) que não solte faíscas.

  6. minha opinião é simples: moto caríssima, superfaturada com péssimo custo x benefício. Além disso é muito visada por bandidos. Eu não compro. Infelizmente o nome e a falta de concorrência permitem que a honda estipule preços absurdos até nas motos de entrada. Infelizmente é esse país que vivemos, “lucro brasil” em toda parte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


3 + = onze