Acidentes fatais com motos disparam em Campinas

0
3520

Campinas está mais perigosa para se andar de moto. Isso porque o número motociclistas mortos no trânsito aumentou em 55% no ano de 2011 em relação a 2010. O balanço é da Secretaria de Transportes da cidade.

No ano passado, motociclistas estiveram envolvidos em 22% dos acidentes registrados. De 17.818 ocorrências, 3.913 foram com motos. Já em 2010, os motociclistas responderam por 21,24% dos acidentes fatais. Das 81 mortes envolvendo motocicletas, 69 foram de ocupantes e 12 de pedestres atropelados.

A frota de motocicletas representa 14,7% dos veículos que circulam em Campinas. No período de 2001 a 2011, o crescimento foi de 166,8 %, passando de 43,1 mil para 115,2 mil veículos. O número de motos aumentou 9,3% em 2011 em comparação a 2010, uma taxa quase dez vezes maior que o crescimento da população, que tem média de 1,2% ao ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


+ 6 = onze