No vermelho: montadoras têm queda de 10,5% na produção de motos

1
229

 

 

Foto: forumais

O Brasil está fabricando menos motos, com isso, o setor das duas rodas vem sofrendo os impactos com maior rigor nas concessões de crédito. Exatamente 153.113 motocicletas deixaram as linhas de produção, 10,5% abaixo do produzido em fevereiro de 2011 (171.132), e 13,5% inferior a janeiro de 2012 (176.981). No acumulado do ano, com 330.094 unidades fabricadas no Polo Industrial de Manaus, a produção apresenta um recuo de 6,1% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram registradas 351.529 motocicletas.

Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), o mês de fevereiro registrou baixa tanto nas vendas quanto na produção de motocicletas. “Uma relativa queda já era esperada, decorrência da menor quantidade de dias úteis, reflexo do carnaval, mas mesmo quando consideramos apenas as vendas diárias (7.844), podemos notar uma significativa redução, de 5,1%, em relação a fevereiro do ano anterior (8.262). Acreditamos que esta baixa seja uma resposta do mercado a maior dificuldade do consumidor em conseguir liberação de crédito”, afirma Roberto Akiyama, presidente da entidade.

De acordo com Abraciclo, foram comercializadas para as concessionárias (vendas mercado interno) 149.029 motocicletas no mês passado, variação negativa de 9,8% em relação a 2011 (165.248) e de 3,7% em comparação com janeiro de 2012 (154.776).

Por sua vez, as vendas externas seguem em ascensão, apresentando uma recuperação em comparação com o desempenho registrado em 2011. Com 8.737 unidades, as exportações avançaram significativos 76,1% em relação a fevereiro de 2011 (4.960) e registraram alta de 29,3% em comparação com janeiro (6.758).

Informações da assessoria de comunicação da Abraciclo

1 COMENTÁRIO

  1. piada! esta baixa no vermelho pra vocês não é quanto ao crédito pro consumidor e sim quanto ao preço final de umas motos secas e sem nada pra oferecer de bom o consumidor q não é bobo está esperando lançamentos que venha fazê – lo não só sonhar mas acreditar que é possível possuir uma moto bela e com qualidade estilos europeu a baixo valor e com baixo custo, que quebrem a honda e marcas de nome, já que estas marcas também tão usando peças chinesas em suas montagens, tal como yamaha e suzuki não se iluda consumidor não compre moto pensando em revenda quem perde é você quem ganha são os empresários destas marcas de motos repetititvas e batidas, quando você voltar as suas concessionárias para recisões com preços absurdos fique de olho aberto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


2 × cinco =